Home Cultura 5 anos de ‘Desapaixonados’

5 anos de ‘Desapaixonados’

Vídeo-festival com produções de músicos autorais de Americana e região será exibido no YouTube hoje
by Da Redação

O projeto cultural “Desapaixonados”, de Americana, celebra cinco anos de existência neste domingo (20). Devido à pandemia do coronavírus, o aniversário será comemorado pelas telinhas de computadores e smartphones, por meio da exibição de um vídeo-festival, o primeiro realizado pelo projeto. O vídeo, com duração de aproximadamente 1h, reúne gravações realizadas pelos próprios convidados, de forma independente. A estreia acontece no canal do YouTube “Sarau dos Desapaixonados”, às 19h.

Para esta programação inédita 100% digital, o “Desapaixonados” reuniu gravações realizadas por músicos da cidade e região. O line-up é integrado pela banda piracicabana Belize e Bermudas (da qual o guitarrista Leon Botão assina a edição do vídeo-festival), e os artistas americanenses Do Prado, o projeto Retalho, Felipe Gabriel e Bruna Piscioneri, além do músico Lucas Macedo – que participa mostrando faixa do seu projeto solo, como também das bandas que é vocalista, About a Soul e Earlier. Todos apresentam canções autorais e vídeos gravados em suas próprias residências – com exceção do Retalho, cujo grupo esteve reunido no estúdio Hup, em Americana, para registrar exclusivamente a participação para o encontro, seguindo os devidos protocolos de segurança contra o contágio de coronavírus.

“O Desapaixonados foi criado em 2015 a partir de uma reflexão sobre amor, que fez muita gente sair de casa, seja para participar, apresentando sons autorais, com exposições, declamações e outras intervenções artísticas, seja para prestigiar e conhecer estas produções”, lembra Karina Pilotto, uma das idealizadoras do projeto. “Ironicamente, hoje todos voltaram para dentro de suas casas. Mas hoje em dia, com os diversos recursos digitais que temos, isso não é mais motivo para não mostrarmos o que a cena local tem a oferecer ao público. Por isso esse encontro online é mais que um aniversário, é um respiro. Mais uma vez queremos mostrar que os artistas têm voz e precisam ser vistos e ouvidos”.

Para esta edição, também foram convidadas pessoas que participaram pelo projeto para prestarem suas homenagens, como a artista plástica e mestre de cerimônia das edições Desireé Veiga, o designer Pedro Henrique Santos, e o músico e proprietário do GNU, Christian Euzebio. Karina não descarta a possibilidade de realizar novas edições do vídeo-festival, contemplando mais segmentos artísticos, como poesia, teatro e artes plásticas. “Estamos abertos a conversar com todos que queiram agregar ao nosso projeto e expandirem a cultura independente local para mais pessoas!”, encerra.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This