Home Opinião A vacina traz esperança

A vacina traz esperança

by tododia

Uma profissional da saúde foi a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Brasil. A profissional que foi auxiliar de enfermagem e hoje é enfermeira atua na linha de frente no combate à pandemia e é símbolo de esperança para todos os profissionais da saúde e também para a população brasileira, que anseia pelo fim da pandemia.

O ano de 2020 foi marcado pela infecção de 82 milhões de pessoas no Planeta e a morte de pelo menos 1,8 milhão destes infectados. A colaboração de profissionais da área científica resultou no desenvolvimento de pelo menos 50 vacinas que estão sendo testadas em humanos.

Até o dia 20, 21.337 profissionais da saúde do estado de São Paulo haviam tomado a primeira dose da vacina CoronaVac. Mônica Calazans, de 54 anos, foi auxiliar de enfermagem durante 26 anos e obteve o título de enfermeira aos 47 após se formar na faculdade. Ela trabalha em turnos de 12 horas, em dias alternados, na UTI do Emílio Ribas, Hospital de São Paulo que é referência em casos graves de Covid-19. Mônica foi a primeira profissional da saúde a receber a vacina e é também um símbolo da esperança da vitória contra o novo coronavírus. A profissional da saúde expressa a vontade mundial de dias melhores e que as mortes causadas pelo vírus sejam zeradas.

A categoria da saúde tem outros inimigos além da Covid-19. Nossa rotina nos expõe a diversas doenças infectocontagiosas de ambientes insalubres e que colocam em risco a saúde e segurança no trabalho. A pandemia trouxe o reconhecimento destes profissionais apenas em um momento de crise, mas estes trabalhadores arriscam suas vidas diariamente pela saúde de nossa população e merecem a devida valorização.

E mais do que nunca é preciso que a categoria que luta diariamente pela saúde de nossa sociedade esteja saudável para poder enfrentar todos os desafios que a pandemia trouxe. Em 2020 e sem qualquer esperança da vacina, os trabalhadores deixaram suas casas e se arriscaram para salvar vidas, batalhando contra um inimigo desconhecido e mostrando a importância do amor e do cuidado ao próximo. Porém, com a vacina, eles se fortalecem e ganham um forte aliado contra o inimigo invisível e aos poucos caminhamos rumo à vitória.

O Governo do Estado de São Paulo está priorizando os profissionais da saúde que estão incluídos na primeira fase de vacinação. A imunização está sendo dirigida primeiramente a todos os trabalhadores que atuam regularmente em ambientes de alto risco de infecção e há também critérios de preferência aos de idade avançada ou portadores de doenças preexistentes.

Até que todos sejam imunizados, máscaras, distanciamento social, álcool em gel, higiene básica e isolamento são nossos companheiros na luta contra o vírus Sars-CoV-2. A previsão é que o Brasil leve, pelo menos, 14 meses para imunizar toda a população e por isso essas medidas devem continuar nos acompanhando com a maior rigidez possível.

Os profissionais da saúde são prioridade na vacinação. Tomem a vacina, redobrem os cuidados e juntos daremos fim a essa pandemia. Lembrem-se: o desafio está chegando ao fim e sairemos vitoriosos. Continuem firmes!

Escrito por: Sofia R. do Nascimento, presidente do Sinsaúde Campinas e região

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This