Home VariedadesCris Pisoni Acabou-se o que era doce?

Acabou-se o que era doce?

Muito pelo contrário! Estamos num momento de resgate das antigas receitas que adoçavam a nossa infância
by Cristina Pisoni

“Muito pelo contrário! Estamos num momento de resgate das antigas receitas que adoçavam a nossa infância.

Na minha casa não foi diferente das muitas que conheci. Todos os dias tínhamos doces caseiros e bolos pro café da tarde. Parece que a toalha do almoço nem era tirada da mesa e logo em seguida já montada para o café.

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

 

Nossas sobremesas não tinham nenhuma sofisticação e gourmetização dos doces de hoje. Era muito fubá, geleia, compotas, pão de ló e as diversas bolachinhas pra acompanhar o cafezinho.

Que delícia! Que tempo bom! Dá até pra lembrar do gosto e do aroma…

Pra matar a saudades destes momentos, busquei algumas receitas de casa, reli alguns livros de receita. Um dos que tenho, as receitas datam de 1958 em diante e eram muito genéricas, sem medidas precisas. Pois afinal, todo mundo sabia cozinhar… as receitas eram referências.

Escolhi algumas e espero que além de gostarem, que possam fazer alguma delas em casa e poder ter esta experiência maravilhosa de volta!”

 

Doce de abóbora na cal

(Receita do livro de Renira Duarte Delben)

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

INGREDIENTES

Abóbora madura, água, cal, açúcar, calda ponto de fio, fava de baunilha.

MODO DE PREPARO

Corte a abóbora em pedaços e ponha-os numa vasilha, acrescentando-lhes água suficiente para cobri-los e uma colher (sopa) de cal. Deixe-os de infusão nessa água por trinta a quarenta minutos, virando-os de quando em quando.

Escorra a água e fure, com um garfo, pedaço por pedaço, para que a água penetre neles. Lave-os a seguir, em suas águas e escalde-os com água fervente.

Coloque os pedaços dentro da calda ponto de fio, acrescente um pedacinho de fava de baunilha, ferva um pouco e deixe esfriar na calda.

No dia seguinte, ponha para escorrer num tabuleiro exposto ao sol.

Pudim de Mandioca

(receita de Laura Pascote)

Rala-se um coco, mandioca. Mistura-se. Junta uma pitada de sal, manteiga, açúcar. Põe-se numa forma untada com manteiga e leva-se ao forno. Quando estiver assando, rega-se com leite.

Flor de Milho

INGREDIENTES

2 xícaras de fubá mimoso, 2 colheres de manteiga, 3 xícaras de açúcar, 1 colher de pó royal, 1 pires de queijo ralado, 4 ovos separados, 3 copos de leite, sal e erva-doce à gosto

MODO DE PREPARO

Junta-se todos os ingredientes (menos as claras) e bate-se bem. Coloca-se as claras em neve e leva-se ao forno em assadeira bem untada durante 20 a 30 minutos.

Observação: a massa é bastante mole.

Pudim de pão

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

 

INGREDIENTES

2 ou 3 pães amanhecidos

1 litro de leite

10 ovos

1 e 1/2 colher (sopa) de manteiga

1 pires (chá) de queijo de minas ralado

1 cálice de vinho do Porto

frutas cristalizadas, passas, canela, noz-moscada e açúcar (a gosto)

MODO DE PREPARO

Descasque o pão levemente, pique em pedaços e ponha de molho no leite morno.

Quando o pão estiver mole, passe-o em peneira fina. Tome os ovos, bata as claras em neve e deixe de lado.

Desmanche as gemas e junte-as, com as claras, à massa.

Vá mexendo e adoçando a massa a gosto, acrescentando-lhe uma pitada de noz-moscada, canela em pó e os outros ingredientes.

Corte as frutas cristalizadas em pequenos pedaços e distribua-os, com as passas, pela massa, que deve ser levada ao forno quente em forma untada com manteiga e forrada com papel impermeável.

 Cristina Pisoni é coordenadora do Clube Gourmet e influenciadora digital. Além disso, comanda o blog Cris Pisoni

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

 

 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This