Home Manchete Agentes barram K4 e cocaína no CPP

Agentes barram K4 e cocaína no CPP

Nesta mesma unidade prisional, na última sexta-feira (19), foram barradas nove folhas de k4 (maconha sintética borrifada em papel ou tecido) e 92g de cocaína
by Claudete Campos

Agentes penitenciários dos CPPs (Centros de Progressão Penitenciária) de Campinas e Hortolândia impediram dez tentativas de entrada de drogas em correspondências enviadas pelos Correios. As unidades integram o complexo penitenciário no limite das duas cidades. No caso mais recente, agentes prisionais do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Hortolândia encontraram 18 unidades de papel com K4, escondidos em filtros de cigarros enviados pelos Correios pela mãe de um sentenciado, no sábado (20).

Nesta mesma unidade prisional, na última sexta-feira (19), foram barradas nove folhas de k4 (maconha sintética borrifada em papel ou tecido) e 92g de cocaína, escondidas em filtros de cigarro enviados por mães de dois custodiados.

Já haviam sido apreendidos em correspondências na quinta-feira (18) 109g de cocaína escondidos em filtro de cigarro, enviados por visitantes de custodiados da unidade, duas unidades de K4 escondidas em tampa de sabão enviada por mãe de um sentenciado  e 137g de cocaína em saco de leite em pó enviado pelo pai de outro custodiado.

No CPP de Campinas na última sexta-feira (19) foram registradas três tentativas: 13 pedaços de droga sintética K4 escondidas em dois bolos industrializados enviados por companheira de reeducando da unidade; 13 unidades escondidas em pote de margarina enviados por irmã de sentenciado e dois pedaços de K4 em um pote, enviado por mãe de outro custodiado.

As drogas foram apresentadas na Delegacia de Polícia de Campinas, na 2ª Delegacia Seccional de Campinas e no Plantão Policial de Hortolândia.

Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), todos os presos que receberiam as drogas foram isolados, respondem a Processo Administrativo Disciplinar e terão a suspensão cautelar do regime semiaberto, ou seja, vão voltar ao regime fechado.

Os visitantes que enviaram os entorpecentes foram suspensos do rol de visitas, sem prejuízo de possível processo criminal por tráfico de drogas, informou a SAP.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This