Home CulturaCinema And the Oscar goes to

And the Oscar goes to

Lobby para Oscar, que acontece hoje, inclui bater ponto em festas e torrar verba
by Folhapress

E o Oscar vai para quem… tiver grana para fazer lobby com os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. A campanha para emplacar uma produção entre os indicados da premiação, afinal, não depende apenas da excelência dos concorrentes.  

Importam e muito as cifras desembolsadas pelos estúdios, boa parte delas gasta para levar cineastas às festas da Academia –como a que Petra Costa, que teve o seu “Democracia em Vertigem” indicado a melhor documentário, foi no último dia 27.  

De acompanhante, ela escolheu Sonia Guajajara, vice do presidenciável Guilherme Boulos (PSOL) em 2018. “Dia incrível com grandes encontros”, escreveu a líder indígena numa foto do Instagram: ela, Petra e Robert De Niro. Também posaram com Brad Pitt e Leonardo Di Caprio.  

Desde setembro, a documentarista tem frequentado eventos em Nova York, Los Angeles e Londres, que concentram exibições das obras que pleiteiam o Oscar e, por que não?, coquetéis para socializar depois com os componentes da Academia.  

Se “Dois Papas” conseguiu figurar em três categorias para a cerimônia de 2020, que acontece neste domingo (9), acredite: “Essas indicações, elas não são de graça”.  

Palavras de seu diretor, Fernando Meirelles, que falou no Roda Viva transmitido na segunda (3) sobre a romaria pela qual passou para persuadir o pessoal do Oscar que seu filme merece um lugar ao sol.  

O diretor conta que cancelou quatro meses de compromisso só para cumprir o que comparou a uma agenda eleitoral.  

Em 2003, a Academia esnobou seu “Cidade de Deus” na briga por melhor filme estrangeiro. No ano seguinte, a obra laçou quatro indicações após um lobby que teve a mão de Harvey Weinstein, o ex– -todo-poderoso de Hollywood.  

A Netflix, que produziu “Dois Papas” e “Democracia em Vertigem”, diz que não abre os valores investidos nesses comícios do Oscar. Quem é do meio estima que estúdios podem separar até US$ 15 milhões (cerca de R$ 63 milhões) para suas grandes apostas do ano.  

Mas a politicagem escancarada pega mal, dizem os que já passaram pela experiência. O ideal é ser um pouco blasé, como se estivesse nessas festinhas para celebrar o cinema e, ora, beber um bom vinho. “Nunca tive paciência de ir a festas, nem quando o projeto é meu”, afirma José Padilha. “Padeço de preguiça aguda!”  

Diretor dos dois “Tropa de Elite”, ele reconhece, contudo, que “nomeação tem muito a ver com política e dinheiro em marketing”.  

Nesse sentido, “o Oscar é bem diferente de festivais como Cannes, Berlim”, diz. “Neles, a política conta menos porque o júri é pequeno. O filme pesa mesmo sem marketing.”  

OS RESPONSÁVEIS  

Não é permitido dar brindes (o tal do jabá) nem declarar a escolha em público, mas um par da Academia que prefere não ser identificado diz que nem todos cumprem à risca. 

 A Academia não revela quantos representantes tem (projeta-se algo próximo de 8.000), mas vem se esforçando para ampliar a diversidade de seu quadro. Em 2019, convidou 842 pessoas, 50% delas mulheres e 29% não brancas.  

Todos estão habilitados a votar nos vencedores, desde que paguem uma anuidade –US$ 350 (R$ 1.486), segundo Anna Muylaert, associada desde 2016.  

“Engraçado é que quem te cumprimenta estende a mão e diz: ‘Nice to meet youI’m a member [prazer em conhecer, sou um membro]’. Tipo, ‘me trata bem que posso votar em você’. Agora ‘I’m a member’ e recebo tudo o que eles mandam pra me convencer. De outubro a fevereiro a campainha não para”, afirma.  

Outro brasileiro filiado à Academia, o produtor Rodrigo Teixeira (de “Me Chame pelo Seu Nome” e “Ad Astra”) reconhece: “Óbvio que fazer corpo a corpo ajuda muito mais. Se o filme não tiver presença, não vai ser eleito. O membro quer poder apertar sua mão”.  

Mas nem todo o dinheiro do mundo fará milagre por uma obra para a qual os votantes torcem o nariz, afirma. “Um filme que todo mundo tinha certeza que seria indicado, mas nada, é o ‘Joias Brutas’.” 

QUEM ESTÁ NA BRIGA PELA ESTATUETA:

  • MELHOR FILME
    ‘1917’ 
    ‘Adoráveis Mulheres’ 
    ‘Coringa’ 
    ‘Era uma Vez em… Hollywood’ 
    ‘Ford vs. Ferrari’ 
    ‘História de um Casamento’ 
    ‘O Irlandês’ 
    Jojo Rabbit’ 
    ‘Parasita’  
  • DIREÇÃO
    Bong Joon-ho (‘Parasita’) 
    Martin Scorsese (‘O Irlandês’) 
    Quentin Tarantino (‘Era uma Vez em… Hollywood’) 
    Sam Mendes (‘1917’) 
    Todd Phillips (‘Coringa’)  
  • ATOR
    Adam Driver (‘História de um Casamento’) 
    Antonio Banderas (‘Dor e Glória’) 
    Joaquin Phoenix (‘Coringa’) 
    Jonathan Pryce (‘Dois Papas’) 
    Leonardo DiCaprio (‘Era uma Vez em… Hollywood’)  
  • ATRIZ
    Charlize Theron (‘O Escândalo’) 
    Cynthia Erivo (‘Harriet’) 
    Saiorse Ronan (‘Adoráveis Mulheres’) 
    Renée Zellweger (‘Judy: Muito Além do Arco-Íris’) 
    Scarlett Johhanson (‘História de um Casamento’)  
  • ATOR COADJUVANTE
    Al Pacino (‘O Irlandês’) 
    Anthony Hopkins (‘Dois Papas’) 
    Brad Pitt (‘Era uma Vez em”¦ Hollywood’) 
    Joe Pesci (‘O Irlandês’) 
    Tom Hanks (‘Um Belo Dia na Vizinhança’)  
  • ATRIZ COADJUVANTE
    Florence Pugh (‘Adoráveis Mulheres’) 
    Kathy Bates (‘O Caso Richard Jewell’) 
    Laura Dern (‘História de um Casamento’) 
    Margot Robbie (‘O Escândalo’) 
    Scarlett Johansson (‘Jojo Rabbit’)  
  • ROTEIRO ORIGINAL
    ‘1917’ 
    ‘Entre Facas e Segredos’ 
    ‘Era uma Vez em”… Hollywood’ 
    ‘História de um Casamento’ 
    ‘Parasita’  
  • ROTEIRO ADAPTADO
    ‘Adoráveis Mulheres’ 
    ‘Coringa’ 
    ‘Dois Papas’ 
    ‘O Irlandês’ 
    Jojo Rabbit
     
  • FILME INTERNACIONAL
    ‘Corpus Christi’ (Polônia) 
    ‘Dor e Glória’ (Espanha) 
    Honeyland’ (Macedônia do Norte) 
    ‘Os Miseráveis’ (França) 
    ‘Parasita’ (Coreia do Sul)  
  • ANIMAÇÃO
    ‘Como Treinar o seu Dragão 3’ 
    ‘Klaus’ 
    ‘O Link Perdido’ 
    ‘Perdi Meu Corpo’ 
    Toy Story 4’  
  • DOCUMENTÁRIO
    ‘Democracia em Vertigem’ 
    ‘For Sama’ 
    Honeyland’ 
    ‘Indústria Americana’ 
    ‘The Cave’ 
  • DOCUMENTÁRIO (CURTA)
    ‘In the Absence’ 
    ‘Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)’ 
    ‘Life Overtakes Me’ 
    ‘St. Louis Superman’ 
    Walk Run Cha-Cha’  
  • CURTA-METRAGEM (ANIMAÇÃO)
    Dcera’ 
    Hair Love’ 
    Kitbull’ 
    Mémorable’ 
    ‘Sister’  
  • CURTA-METRAGEM (FICÇÃO)
    Brotherhood’ 
    ‘Nefta Football Club’ 
    Saria’ 
    ‘The Neighbors’ Window’ 
    ‘Une Soeur’  
  • CANÇÃO ORIGINAL
    ‘I Can’t Let You Throw Yourself Away’ (‘Toy Story 4’) 
    I’m Standing With You’ (‘Superação: O Milagre da Fé’) 
    Into The Unknown’ (‘Frozen 2’) 
    ‘(I’m Gonna) Love Me Again’ (‘Rocketman’) 
    ‘Stand Up’ (‘Harriet’)  
  • TRILHA SONORA
    ‘1917’ 
    ‘Adoráveis Mulheres’ 
    ‘Coringa’ 
    ‘História de um Casamento’ 
    ‘Star Wars: A Ascensão Skywalker’  
  • FOTOGRAFIA
    ‘1917’ 
    ‘Coringa’ 
    ‘Era uma Vez em… Hollywood’ 
    ‘O Farol’ 
    ‘O Irlandês’  
  • EFEITOS VISUAIS
    ‘1917’ 
    ‘O Irlandês’ 
    ‘O Rei Leão’ 
    ‘Star Wars: A Ascensão Skywalker’ 
    ‘Vingadores: Ultimato’  
  • MONTAGEM
    ‘Coringa’ 
    ‘Ford vs. Ferrari’ 
    ‘O Irlandês’ 
    ‘Jojo Rabbit’ 
    ‘Parasit 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This