Home Cidades Bolsonaristas farão carreata ‘Fora Doria’ sábado

Bolsonaristas farão carreata ‘Fora Doria’ sábado

Os participantes vão percorrer as avenidas Santa Bárbara, da Indústria, São Paulo, Algodão, Limeira e Amizade, no território barbarense, e Campos Salles e Antonio Pinto Duarte, com encerramento no portal na entrada de Americana
by Claudete Campos

Um grupo de bolsonaristas de Santa Bárbara d’Oeste e Americana, do Movimento Pra Frente Brasil, realizará a carreata “Fora Doria” neste sábado (5), para protestar contra o retrocesso do Estado para a fase amarela do Plano São Paulo. A concentração será na loja Havan, em Santa Bárbara, a partir das 9h. O governo do Estado enviou uma nota lamentando a realização da carreata.

Os participantes vão percorrer as avenidas Santa Bárbara, da Indústria, São Paulo, Algodão, Limeira e Amizade, no território barbarense, e Campos Salles e Antonio Pinto Duarte, com encerramento no portal na entrada de Americana.

A expectativa é que de 500 a mil veículos participem do movimento, informou o vereador eleito Felipe Corá (Patriota), que é um dos organizadores da carreata. Ele disse que qualquer pessoa que seja contra o fechamento do comércio para conter a pandemia será bem-vindo.

“O João Doria está se mostrando um tremendo de um mentiroso”, disse Corá. Segundo ele, uma semana atrás, o governador disse que não iria retroceder para a faixa amarela, mas um dia depois da vitória de Bruno Covas (PSDB), no segundo turno, na capital, retrocedeu da fase verde para a amarela no Plano São Paulo.

Com isso, a limitação caiu de 60% para 40% no comércio. “Vamos expressar a força interior paulista contra a ação ditatorial do João Doria”, enfatizou Corá. “Foi fake news por parte dele”, disse Corá. “Um dia após vitória do Bruno Covas, recuou”, acusou. O temor, afirmou o vereador eleito, é que na próxima reavaliação, em janeiro, o Estado volte para a fase mais restritiva, a vermelha.

Segundo o vereador eleito, não há lógica no aumento da restrição de funcionamento dos estabelecimentos comerciais. Ele disse que essa limitação pode gerar aglomerações. Acredita que a capacidade maior diminui o risco de aglomeração.

“A atitude do Doria é um estelionato eleitoral. Usando da pandemia para fazer politicagem”, acusou Corá.

CARREATAS

Durante a fase vermelha do Plano São Paulo, foram realizadas carreatas pedindo a flexibilização. Na época, cerca de 5 mil veículos participaram do movimento, segundo Corá.

Esse grupo é contra o isolamento social, mas favorável ao distanciamento. “Sabemos que a pandemia e a Covid existem, mas também existe o desemprego. Queremos o equilíbrio entre saúde e economia”, mencionou.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This