PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Artistas alertam sobre situação do Vidigal após chuvas no Rio

A atriz Roberta Rodrigues, que também esteve em "Cidade de Deus" e na recente novela "Segundo Sol", fez uma série de vídeos emocionada e no local, pedindo ajuda

As fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro nos últimos dias ainda deixaram rastros de tragédia. No Vidigal, bairro da zona sul do município do Rio de Janeiro, a situação é perigosa e chamou a atenção de alguns famosos.

PUBLICIDADE

“O Vidigal precisa de ajuda. Para quem não sabe, o Vidigal foi um dos lugares mais prejudicados com as últimas chuvas do Rio de Janeiro. Eu, como ex-morador do Vidigal e uma pessoa pública, tomei a liberdade de procurar empresas e amigos para pedir ajuda”, disse o ator e cantor Thiago Martins, que esteve no filme “Cidade de Deus” e na novela “Pega Pega”.

O artista disse que já estabeleceu contato com empresas para ajudar com o fornecimento de água e colchão aos moradores, mas convocou todos a ajudarem. “Qualquer ajuda é bem-vinda e as famílias de lá precisam […] Chegou a hora de a gente parar de se lamentar, arregaçar as mangas e fazer a nossa parte. Conto com vocês.”

PUBLICIDADE

A atriz Roberta Rodrigues, que também esteve em “Cidade de Deus” e na recente novela “Segundo Sol”, fez uma série de vídeos emocionada e no local, pedindo ajuda. “Temos muitas pedras aqui para rolar no Vidigal. A gente precisa muito que as autoridades venham até aqui. As casas estão caindo, as pessoas estão desabrigadas. E isso aqui é uma loucura”, disse em uma publicação desta sexta-feira (8).

“A gente precisa que a defesa civil venha aqui para dar um auxílio. A gente precisa das autoridades aqui. Não era nem para eu estar aqui. Mas acaba que eu, como sou uma pessoa pública, as pessoas acabam ouvindo mais e atendendo. Infelizmente é assim nessa merda desse país. Eu queria muito que as autoridades viessem até o Vidigal para ajudar essas pessoas e que a gente evitasse tragédias. Queria deixar aqui o meu apelo.”

PUBLICIDADE

Em outro vídeo, com o ator Jonathan Azevedo, ela diz que o Vidigal está em estado de calamidade pública e que isso não foi noticiado em nenhum meio de comunicação. “Tem muitas pedras que estão prestes a rolar”, diz Jonathan. Ele afirma que os moradores precisam de colchonetes, roupas de cama e água.

No final do mesmo dia, Roberta postou um outro vídeo com a Polícia Civil no Vidigal. “Já vamos começar aqui o serviço”. Jonathan também agradeceu no final do dia pela ajuda e fez um novo pedido: “Precisamos muito de pasta de dentes, produtos de higiene, de limpeza, cobertores, lençóis, roupa de cama e também colchões”.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This