Home Cidades BRK adota cobrança de tarifa pela média de consumo em Sumaré

BRK adota cobrança de tarifa pela média de consumo em Sumaré

As mudanças no sistema de leitura dos hidrômetros visam auxiliar na prevenção do coronavírus
by Pedro Heiderich

A BRK Ambiental, concessionária responsável pela prestação dos serviços de água e esgoto em Sumaré, anunciou nesta quarta-feira (1°) mudanças no sistema de leitura dos hidrômetros para auxiliar na prevenção do coronavírus. A empresa adotará sistema de cobrança pela média de consumo faturado nos últimos seis meses. 

A partir de agora, a medida vale nos imóveis em que a leitura do hidrômetro necessita de contato com o usuário, quando o relógio está dentro do imóvel. Para residências em que o hidrômetro está instalado do lado externo, a apuração seguirá normalmente, exceto em casos de necessidade ou orientação de redução de profissionais por questões sanitárias. Nesses casos, será adotada também a leitura pela média do consumo faturado de casa usuário. 

Os clientes que não quiserem a cobrança pela média de consumo faturado podem apresentar a leitura atual do medidor. Nestes casos serão necessários o endereço e o número da ligação e uma foto do medidor com a leitura realizada, que devem ser encaminhados para o e-mail [email protected]. 

Na região, a Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa) adotou a medida desde o dia 23 em Nova Odessa. “Assim como a suspensão dos cortes por falta de pagamento, o procedimento será adotado por 60 dias, podendo o prazo ser reduzido ou ampliado conforme decisões da companhia e instruções de órgãos superiores da área da saúde”, informa. 

AMERICANA 

Em Americana, a Prefeitura respondeu que o DAE (Departamento de Água e Esgoto) segue trabalhando normalmente com os leituristas, apenas com a carga horária reduzida a cinco horas, conforme decreto municipal. 

Em Santa Bárbara, o DAE local também manteve como sempre foi o serviço de leitura de hidrômetros. A administração municipal frisou que os servidores recebem diariamente máscaras e luvas para a realização do serviço.

A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), responsável pelos serviços de água e esgoto em Hortolândia, não enviou resposta. 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This