Home Cidades Campanha: em 70 mil cartas, Diego de Nadai pede desculpas por erros na administração de Americana

Campanha: em 70 mil cartas, Diego de Nadai pede desculpas por erros na administração de Americana

Ao lado da irmã Talitha, candidata a prefeita, ele diz que confiou em quem não devia e revela “tristeza e solidão”
by Leon Botão

Abraçando de vez – e publicamente – a campanha da irmã Talitha De Nadai (PSD), o ex-prefeito de Americana Diego De Nadai está chegando aos lares americanenses desde a semana passada por meio de uma carta. São 70 mil cópias de um texto assinado por ele onde o político faz “mea culpa”, assume erros e diz que a cidade está perdida. 

Conforme mostrou o TODODIA, Diego chegou a ir para o “corpo a corpo” com a irmã, e agora assina uma carta que deve chegar a boa parte dos lares americanenses nos próximos dias. O material tem Diego e a irmã Talitha na capa, e uma longa carta no verso. 

Diego inicia a carta falando em saudades e logo já assume erros em seu governo. Ele aponta que confiou em quem não devia e que os que mais “bajulavam” foram os primeiros a virar as costas quando precisou de uma explicação. 

O ex-prefeito diz ainda que deixou o sucesso subir à cabeça e culpou a própria juventude. “Errei também pelo entusiasmo de um jovem de 28 anos, que queria fazer tudo de maneira rápida”, escreveu. 

Ele ainda divide a culpa dos problemas com membros do alto escalão de seu governo, sem citar nomes. 

“Faltou prudência e mais atenção da minha parte com aqueles que tocavam as coisas da prefeitura”, aponta. 

O ex-prefeito diz que, quando foi cassado, enfrentou “tristeza e solidão”, mas diz que, depois de tudo isso, pode andar de cabeça erguida porque seus processos não são de roubo ou enriquecimento ilícito. 

Diego afirma que o americanense precisa, hoje, de uma mão amiga. Diz que a cidade está perdida e chega até a cutucar a polêmica envolvendo o Viaduto Amadeu Elias. “Até viaduto chegou a não ter mais o sentido certo”, traz a carta. 

O ex-prefeito finaliza o texto elogiando a irmã e mencionando o nome da coligação dela: “Americana feliz agora”. 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This