Home Cidades Carros: o futuro é elétrico e plugado

Carros: o futuro é elétrico e plugado

Em curto espaço de tempo montadoras deixarão de fabricar automóveis para produzir “softwares sobre rodas”
by tododia

O Salão Internacional do Automóvel de 2018 revela que no futuro próximo os carros que vemos diariamente nas ruas darão espaço para grandes “softwares sobre rodas”. O avanço da tecnologia presente atualmente nos modelos 2018, se comparados aos modelos de 1968, não são absolutamente nada perto do que está por vir.

Durante a semana, o TODODIA visitou o salão, que termina no próximo domingo, e conferiu algumas das novidades que, em breve, estarão nas ruas. Como afirmou o presidente da Renault para a América Latina, Luiz Fernando Pedruccci, “os carros vão se transformar mais nos próximos dez anos do que se transformaram nos últimos 50 anos”.

A fala dele pode parecer futurista demais, mas não é. A Mercedes Benz, por exemplo, apresentou um vídeo no qual mostra estar se preparando para que a mobilidade seja feita por meio de drones. Os “carros” irão, literalmente, voar.

Aliás, mobilidade inteligente, carros elétricos e autônomos e conectividade são as palavras de ordem no setor. Na Hyundai, “mobilidade limpa”, “mobilidade com liberdade” e “mobilidade com inteligência” são prioridade.

Na BMW, que tem grande fatia do mercado de veículos elétricos, com o inovador i3, o mote é a evolução no sentido de criar carregadores sem fio para as baterias dos veículos elétricos. Voltando a falar da Renault, a francesa apresentou o Zoe, carro 100% elétrico mais vendido na Europa, que chega ao Brasil por R$ 149 mil.

Na Nissan a busca é por “Inovação para Mobilidade”. “O futuro é mais elétrico, é mais autônomo e é mais conectado. Investimos para melhorar a vida dos nossos clientes”, disse José Luis Valls, presidente da Nissan para América Latina.

Na também japonesa Honda a mobilidade pessoal com a inovação energética é a garantia de que nos próximos cinco anos serão lançados no Brasil três novos híbridos, todos com recursos inovadores de conectividade e segurança.

DRONES

Ao apresentar suas novidades, a Mercedes, a Alemã da Estrela desejada, foi além. Não só exibiu sua AMG One, avaliada em mais de R$ 10 milhões, como apresentou o que chamou de projeto Case (Conectado, Autônomo, Serviço de Compartilhamento e Eletrificação).

O exemplo disso é que a Mercedes Benz anunciou que a partir de 2020 todos os modelos Smart vendidos no mundo serão 100% elétricos.

Em vídeo, os alemães exibiram um drone que transporta as pessoas num futuro breve e num mundo sem trânsito ou acidentes. A Toyota não estará de fora e vem com propostas inovadoras, não só em termos de veículos elétricos, mas sobretudo na mobilidade.

A montadora japonesa está investindo pesado em startups que proporcionem o “car share” por meio de aplicativos de conectividade. Também alemã, a Volkswagen amplia fortemente o conceito de veículos conectados, aposta na mobilidade sustentável. Ford e Fiat surpreendem na mesma perspectiva.

Os discursos parecem ser repetidos, e de fato são. Mas mostram, apenas e tão somente, que o ciclo do motor a combustão, inventado há mais de 100 anos, está mesmo com os dias contados.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This