Home Cidades Centro de Memória de Hortolândia abre para visitação neste fim de semana

Centro de Memória de Hortolândia abre para visitação neste fim de semana

A planta é um dos atrativos do Centro de Memória, que abrirá neste sábado (25) e domingo (26), das 9h às 16h
by tododia

Hortolândia construiu grande parte da sua história graças à vinda de imigrantes e viajantes de vários estados do Brasil e países do mundo que se fixaram na cidade muito antes dela se emancipar, há 28 anos. Para destacar esta importante contribuição coletiva, o Centro de Memória “Professor Leovigildo Duarte Junior” tem um exemplar de uma planta denominada árvore-do-viajante, que está na entrada (foto).

A planta é um dos atrativos do Centro de Memória, que abrirá neste sábado (25) e domingo (26), das 9h às 16h. A Prefeitura abre o Centro de Memória para visitação todo último fim de semana de cada mês. Órgão da Secretaria de Cultura, o espaço está localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco.

A coordenadora do espaço, Paula Caetano, explica que a planta foi colocada na época em que a Prefeitura restaurou o prédio da antiga Estação Ferroviária Jacuba onde fica atualmente o Centro de Memória. De acordo com a pesquisa feita pela Secretaria de Cultura, a árvore-do-viajante é originária de Madagascar. Seu nome científico é Ravenala madagascariensis. Suas folhas são grandes, parecidas com as da bananeira, e sustentadas por longos pecíolos, dispostos em leque. Em razão disso, a planta acumula água, que servia para matar a sede dos viajantes, motivo pelo qual é conhecida popularmente como árvore-do-viajante.

Outro atrativo do espaço para o visitante é a exposição “Hortolândia: de trilha, passagem para tropeiros e os ventos nos levam ao rodeio”. A exposição mostra a influência do tropeirismo na formação histórico-cultural da cidade. De acordo com a pesquisa feita pela Secretaria de Cultura, no século 19, quando Hortolândia se chamava Jacuba, a cidade foi ponto de parada para tropeiros. Lançada em setembro do ano passado, a exposição fica em cartaz até junho.

O Centro de Memória ocupa o prédio, restaurado pela Prefeitura, onde funcionava a antiga Estação Ferroviária Jacuba. O espaço reúne acervo sobre a história da estação e do município e dispõe de videoteca, biblioteca, mapoteca, fototeca e terminal de consulta digital.

Durante a semana, o espaço realiza visitas monitoradas para escolas públicas e particulares, empresas e entidades. O agendamento pode ser feito de segunda a sexta, das 9h às 16h, pelo telefone 3865-2678. A visita monitorada tem entre 40 a 50 minutos de duração.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This