Home Especiais Chevrolet Onix Plus leva a melhor sobre Ford Ka e Hyundai HB20S em batalha de compactos

Chevrolet Onix Plus leva a melhor sobre Ford Ka e Hyundai HB20S em batalha de compactos

by Folhapress

Somadas, as versões sedã dos compactos Chevrolet Onix, Ford Ka e Hyundai HB20 tiveram 63,6 mil unidades emplacadas entre janeiro e julho de 2020 no País. São os modelos mais vendidos de um segmento cujos preços começam na faixa de R$ 50 mil para as versões 1.0 mais populares. 

O foco dos consumidores, porém, está nas versões mais equipadas, que passaram pelo teste da reportagem.  

Em comum, os sedãs avaliados têm airbags laterais, controle de estabilidade, bancos forrados com material que imita couro, motores de três cilindros, direção elétrica, rodas de liga leve, câmbio automático, sistema de som compatível com smartphones e ar-condicionado. 

O mais em conta é o Ford Ka Sedan Titanium, com preço sugerido de R$ 77.890. Por fora, detalhes cromados discretos o diferenciam das versões mais simples. A posição ao volante é a mais relaxada entre os carros avaliados. 

O assento do Ka é macio e acomoda bem as pernas, mas o encosto poderia ser um pouco mais firme. No banco traseiro, há mais espaço do que o esperado para seu porte.  

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Ford Ka Sedan Titanium 

Na estrada, o compacto da Ford surpreende pelo baixo nível de ruído e roda com desenvoltura. Seu motor 1.5 flex (136 cv) é o mais potente entre os carros avaliados, mas, na pista, o turbo presente nos rivais fez diferença. 

O modelo mais rápido do teste foi o Hyundai, que tem motor 1.0 turbo flex. Único a acelerar de zero a 100 km/h em menos de 10 segundos, o HB20S Diamond Plus (R$ 81.290) se destaca também pelo sistema de frenagem autônoma. O veículo é capaz de parar sem intervenção do motorista em uma situação de emergência. 

Sensores leem as faixas no asfalto e alertam o motorista caso o carro avance involuntariamente para pista ao lado. É um item que remete a veículos maiores – e quem viaja nos bancos dianteiros revestidos na cor creme até acredita que está em um modelo mais luxuoso. O problema está no banco de trás. 

Embora tenha crescido em sua segunda geração, o HB20S continua entre os mais apertados na segunda fileira. As pernas têm pouco espaço disponível, o que compromete a vocação familiar do sedã. Seu porta-malas com 475 litros de capacidade permite carregar com folga a bagagem de um casal com dois filhos em uma viagem de férias.  

Ágil, o Hyundai faz transparecer os números obtidos na pista. O turbo pede um pouco mais de aceleração para acordar, mas entrega força de forma gradativa e constante. É o mais esportivo deste comparativo, além de ter o melhor acabamento. Mas sua grade frontal não foi bem assimilada pelo mercado. 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Hyundai HB20S Diamond Plus

O Onix Plus (R$ 83.890) tem visual menos ousado que o do Hyundai, mas não tão discreto quanto o do Ka. O Chevrolet é o maior entre os testados: suas dimensões remetem aos sedãs médios dos anos 1990. 

A ficha técnica revela a menor potência desse teste: 116 cv extraídos de um motor 1.0 turbo, mesma receita do HB20S. A desvantagem é compensada pela leveza da carroceria: embora seja o maior, este GM é também o mais leve. 

O resultado aparece no consumo. Com gasolina, o Onix superou média de 20 km/l na estrada. 

O Onix é também o mais espaçoso na cabine, além de ser o único equipado com airbags de cortina, item de série em todas as versões. Outra exclusividade é o sistema de carregamento por indução para smartphones. 

O pacote de segurança pode incluir sensores de ponto cego. Uma luz se acende na base dos retrovisores externos caso um carro na pista ao lado esteja próximo do Onix, mas em uma posição não coberta pelo espelho. 

No uso, o Chevrolet confirma a impressão visual: seu comportamento é o que mais se aproxima dos sedãs maiores. Mas seria ainda melhor se os bancos dianteiros tivessem um pouco mais de apoio para as pernas, como no Ka, e se o acabamento seguisse o refinamento do HB20S. 

Em compensação, a central multimídia do Chevrolet é a mais completa, e o carro conta com Internet a bordo por meio de assinatura. Líder de mercado entre os sedãs compactos, o Onix justifica suas vendas com o bom equilíbrio entre desempenho, consumo e espaço, e por isso vence o teste comparativo. 

KA TITANIUM 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Ford Ka Sedan Titanium

Pontos Positivos  
Preço mais em conta entre os três do comparativo, e o mais potente, com motor 1.5 flex (136 cv), além de baixo nível de ruído na estrada.  

Pontos negativos  
Desempenho abaixo do esperado na pista, acentos macios, mas o encosto poderia ser mais firme.  

Preço  
R$ 77.890 para o Ford Ka Sedan Titanium 

HB20S 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Hyundai HB20S Diamond Plus

Pontos Positivos  
O mais ágil entre os três modelos do comparativo (motor 1.0 turbo flex), sistema de frenagem autônoma e excelente acabamento interno.  

Pontos negativos  
Continua entre os mais apertados da categoria no espaço do banco traseiro e a grade frontal não foi bem recebida pelo mercado.  

Preço  
R$ 81.290 para o HB20S Diamond Plus 

ONIX PLUS 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Chevrolet Onix Plus

Pontos Positivos  
Baixo consumo (média de 20 km/l de gasolina na estrada), amplo espaço na cabine, único com airbags de cortina (item de série).  

Pontos negativos  
Menor potência entre os três testados (116 cv), acabamento não tão refinado quanto o HB20S, bancos dianteiros que carecem de mais apoio.  

Preço  
R$ 83.890 para o Onix Plus na versão Premier 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This