VPT deve R$ 2,8 mi, diz vereador

Segundo levantamento de Wellington Rezende, empresa deixou de recolher ISSQN à Prefeitura de Americana

A VPT (Viação Princesa Tecelã) deve aproximadamente R$ 2,8 milhões em impostos aos cofres públicos de Americana. O valor é referente a dívidas resultantes de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) não pago pela empresa.

A empresa foi afastada do transporte público urbano pela prefeitura em novembro, acusada de descumprimento do contrato.

A informação, atualizada na segunda-feira (3), é do vereador Welington Rezende (PRP).

Rezende acompanha o encerramento das atividades da VPT e o início de operação da Sou Americana, empresa do Grupo Sancetur que assumiu antecipadamente o transporte na cidade em 12 de novembro, depois de greves dos motoristas da Princesa Tecelã.

A prefeitura não comenta as informações em razão do sigilo fiscal envolvendo as partes. Já a VPT foi procurada, via Assessoria de Imprensa, mas não se manifestou sobre o assunto.

“Pedi ao secretário financeiro para verificar o ISSQN que a empresa teria que pagar para a prefeitura. Eles tinham uma dívida antiga, que foi renegociada. Houve o parcelamento, mas o montante não foi pago”, garante Rezende.

Segundo ele, este não é o único débito deixado pela empresa, que fechou a garagem em Americana após ser afastada da exploração do transporte coletivo.

“A VPT deu um calote de mais de R$ 500 mil na Prefeitura, que comprou os créditos dos funcionários e ela saiu da cidade”, declarou o vereador em uma rede social. Em entrevista ao TODODIA, ele confirmou a denúncia.

Questionada, a prefeitura informou que a venda de créditos não foi para a Administração Municipal, mas sim para usuários. “Está sendo feito um levantamento com relação às pessoas que foram prejudicadas com essa situação para que medidas cabíveis sejam tomadas”, informou a prefeitura, em nota.

Em novembro, a compra de créditos para os servidores públicos foi feita com a VPT, mas os funcionários não tiveram prejuízos, pois o cartão (com créditos de passagens) foi aceito pela Sou Americana. No mês de dezembro, os créditos já foram adquiridos com a nova empresa, explicou a Administração Municipal.

 

 

Pin It on Pinterest

Share This