Home Cidades CPFL retoma operação para rebaixar nível da represa

CPFL retoma operação para rebaixar nível da represa

A operação de “deplecionamento” retomada nesta quarta vai operar até o dia 2. Entre os dias 3 e 17 de outubro, a represa será mantida com o nível rebaixado em dois metros
by Rogério Verzignasse

A CPFL Renováveis – empresa responsável pela administração da barragem de Salto Grande, em Americana – anunciou na manhã desta quarta-feira (30) a retomada da operação que prevê o rebaixamento do nível da represa, visando a redução da quantidade de aguapés no espelho d’água.

O chamado “deplecionamento” começou na última terça-feira, mas foi paralisado. A Prefeitura de Sumaré temia que a medida pudesse prejudicar, de alguma forma, o sistema de captação para o abastecimento público.

É que nada menos que 70% dos sumareenses recebem nas torneiras a água captada no Atibaia (rio represado para a formação da represa).

Apesar dos apontamentos técnicos, que descartavam qualquer risco ao sistema, a CPFL Renováveis decidiu atender aos apelos da prefeitura e da própria BRK (concessionária que administra os serviços de saneamento na cidade), assumindo a reponsabilidade pela instalação e a operação de um sistema especial com duas novas bombas no reforço da captação.

A cidade, agora, tem a garantia de uma quantidade mínima de água nos reservatórios para o abastecimento das torneiras.

 OPERAÇÃO

A operação de “deplecionamento” retomada nesta quarta vai operar até o dia 2. Entre os dias 3 e 17 de outubro, a represa será mantida com o nível rebaixado em dois metros.  Com a medida, as macrófitas vão desidratar e desaparecer.

Trata-se, segundo a CPFL Renováveis, da forma mais rápida e eficiente para a eliminação das plantas aquáticas, que hoje ocupam boa parte da represa.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This