Home Brasil + Mundo Doria confirma reunião com ministro para tirar do papel projeto do Trem Intercidades

Doria confirma reunião com ministro para tirar do papel projeto do Trem Intercidades

Em visita a Hortolândia, governador anuncia novidade sobre o TIC, que deverá chegar até Americana
by Rogério Verzignasse

O TIC (Trem Intercidades) está para sair do papel. E vai, sim, chegar a Americana.  Representantes do governo do Estado se reúnem na próxima semana com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e acertam os últimos detalhes do cronograma de ações para a implementação definitiva do projeto. 

Pelo menos dois fundos internacionais já demostraram interesse em participar do edital público pela concessão de dois trechos previstos do TIC, os que vão ligar São Paulo à RMC (Região Metropolitana de Campinas) e ao Vale do Paraíba. 

O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (29) pelo governador João Doria, que esteve em Hortolândia para inaugurar o novo trevo de acesso à cidade pela SP-101.  

O lançamento do edital vai acontecer assim que o TCU (Tribunal de Contas da União) der seu aval para a renovação do contrato com a MRS para a administração privada do trecho Sudeste da malha ferroviária federal. É que, no caso de São Paulo, a malha será compartilhada com o TIC (do governo paulista). 

“Com a renovação definida da concessão, vamos fechar o contrato para a exploração conjunta da malha entre os trens de cargas e passageiros”, explicou à reportagem do TODODIA o secretário de Estado de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto. 

Ainda neste ano, estima-se, deve ser conhecido o consórcio que vai explorar o trecho São Paulo-Campinas. O contratado vai assumir todos os investimentos na adequação, operação e manutenção da malha, além da compra de novos trens e reforma das estações. 

A operação do TIC nos cem quilômetros entre São Paulo e Campinas é mais ágil porque o vencedor da concorrência já pode explorar a malha por onde já circulam as linhas de passageiros do trem metropolitano (entre São Paulo e Jundiaí). 

A etapa posterior, entre Campinas e Americana, entra em operação assim que executadas as obras de adequação e duplicação da malha em trechos específicos do trajeto.  O secretário preferiu não estimar prazo para o término dos serviços, mas ele atestou que a chegada do TIC a Americana está definida, é irreversível. 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This