Home Brasil + Mundo Em Campinas, Bolsonaro inaugura linha de luz do acelerador de partículas

Em Campinas, Bolsonaro inaugura linha de luz do acelerador de partículas

Vinculado ao Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, do CNPEM, o Sirius é um acelerador de partículas de quarta geração
by Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro participou, nesta quarta-feira (21), da solenidade de abertura da primeira linha de luz do projeto Sirius, no CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais), em Campinas. Vinculado ao Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, do CNPEM, o Sirius é um acelerador de partículas de quarta geração, e está entre os dois mais modernos do planeta. 

Maior projeto científico em desenvolvimento no Brasil, o Sirius tem a função de gerar um tipo especial de luz, a luz sincroton, de amplo espectro e altíssima intensidade, que ajuda revelar estruturas de diversos tipos de partículas, orgânicas e inorgânicas, podendo ser usada em múltiplas aplicações científicas, como medicina, biologia, agricultura, entre outras. 

A linha de luz Manacá, inaugurada oficialmente durante a cerimônia, é a primeira estação de pesquisa em uso no Sirius, mas já vem sendo usada em caráter emergencial desde julho, para apoiar pesquisas relacionadas à Covid-19. 

“Falta-nos palavras para definir essa obra, mas ela materializa para todos nós o futuro. Isso bem demonstra a capacidade do homem, em especial do engenheiro, do pesquisador, do cientista brasileiro”, afirmou Bolsonaro em discurso. 

A nova estação do Sirius está equipada com instrumentos que permitem revelar estruturas tridimensionais de proteínas e enzimas humanas e patógenos com resoluções que não podem ser obtidas em equipamentos convencionais. 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This