Suposto ‘gato’ liga alerta na Ponte

Diretoria da Macaca fará uma coletiva para se posicionar sobre o caso; procurador do STJD descarta punição

O diretor jurídico da Ponte Preta, Giuliano Guerreiro, o presidente José Armando Abdalla Junior e o advogado Felipe Artioli promoverão uma coletiva de imprensa hoje para explicar a posição do clube sobre o problema do Goiás com o lateral direito Ernandes. O atleta teria disputado 31 rodadas da Série B com documentação irregular.

A revelação foi feita pela Rádio Central de Campinas.

O Goiás terminou a Série B na quarta colocação, com 60 pontos e o acesso garantido. Já a Ponte Preta ficou em quinto, com os mesmos pontos, porém com menos vitórias. Caso seja constatada alguma irregularidade, o Goiás poderia perder pontos e o jogador seria punido, ou somente o atleta é punido e o clube fica livre.

De acordo com o BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), e o site oficial do Goiás, Ernandes nasceu em 11 de novembro de 1987. Uma certidão no segundo cartório de São Félix do Araguaia-MT, onde o jogador nasceu, consta a data 11 de novembro de 1985. A prática é conhecida como “gato” no jargão do futebol.

O Goiás, por sua vez, defendeu o jogador e disse que a denúncia não tem fundamento. A assessoria de imprensa do STJD disse que não recebeu denúncia.

Ontem à noite, o procurador do STJD, Marcus Campos, afirmou ao portal do locutor esportivo Carlos Batista que dificilmente teremos alterações na classificação final. “É um documento errado há 20 anos e o clube é no mínimo vítima desta modificação”, justificou.

TREINADOR

Após uma semana do encerramento da Série B do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta ainda não definiu o seu planejamento para a próxima temporada. Até o final da noite de ontem, o treinador Gilson Kleina não tinha respondido sobre a renovação de contrato.

A reportagem do TODODIA apurou que um “Plano B” já estaria em análise em caso de recusa. Nomes como os de Claudinei Oliveira, na Chapecoense de Mazola Junior, que estava no Criciúma, agradam a diretoria, apesar de a Macaca negar oficialmente que esses nomes sejam prioritários.

Ivan, goleiro da Macaca, visita Camisa 1

Jogador realizou palestra para os alunos da escola

Para aproveitar o período de férias e transmitir sua experiência profissional aos garotos, o goleiro pontepretano Ivan esteve foi ontem na sede da Escola de Goleiros Camisa 1, de Americana, para realizar uma palestra. De acordo com o arqueiro, o saldo do encontro foi positivo, assim como seu primeiro ano de titular na Macaca.

“Um ano bom pra mim, meu primeiro como profissional, muito regular, espero evoluir e melhorar ainda mais. A garotada é muito voluntariosa e fui muito bem recebido”, disse Ivan.

Os responsáveis pela escola também só tiveram motivos para comemorar. “Sempre bom receber grandes atletas e que possam passar um pouco experiência dele para os nossos alunos”, afirmou Vander Batistella, professor e proprietário da escola.

Pin It on Pinterest

Share This