Home Gourmet Festival de Inverno em Casa Feijoada

Festival de Inverno em Casa Feijoada

by tododia

Uma das teorias mais comuns para a origem da feijoada remonta ao passado escravagista do Brasil. Costuma-se dizer que a feijoada era a comida dos negros escravizados, que usariam sobras de carne para cozinhar com feijão nas senzalas. Mas essa tese já foi desmentida por vários historiadores, pois sabe-se que a dieta dos escravos era muito pobre em nutrientes, dificilmente havia proteína animal (mesmo orelha ou rabo) para que consumissem.
A origem da feijoada seria, então, dos próprios cozidos portugueses, ensopados ricos feitos com favas e carnes. A mesa posta da forma como conhecemos hoje, com todos os acompanhamentos, de acordo com o livro “Gastronomia no Brasil e no Mundo” (editora Senac), foi provavelmente criada no Rio de Janeiro, entre o fim do século 19 e o começo do século 20.
Embora haja variações no preparo em cada região do País, via de regra, a tradicional feijoada é feita com metade das carnes salgadas (como carne-seca e lombo) e outra metade com carnes defumadas (entre as quais a costelinha). Mesmo não sendo unanimidade, pé, orelha e rabo de porco são obrigatórios, pois dão sabor e consistência à feijoada, além do paio e linguiça.
Trazemos hoje uma receita de feijoada tradicional e uma variação vegana, para te inspirar neste domingo.

Feijoada vegetariana (Juliana Ventura)

INGREDIENTES

•  500 g de feijão preto
•  1 cebola média
•  3 dentes de alho
•  1 talo de alho-poró
•  1 batata grande
•  1 batata-doce
•  150 g de abóbora cabotiá
•  1 abobrinha pequena
•  1 cenoura média
•  200 g de queijo provolone defumado
•  4 colheres (sopa) de azeite de oliva
•  Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Deixe o feijão de molho em água de um dia para o outro. Escorra e cozinhe em panela de pressão por dez minutos. Enquanto o feijão cozinha, faça um refogado com o azeite, a cebola, o alho-poró e o alho, bem picados.
Adicione o refogado ao feijão e cozinhe por dez minutos. Depois, coloque a cenoura e as batatas cortadas em cubos médios. Cozinhe por dez minutos e coloque a abóbora também cortada em cubos médios.
Cinco minutos depois, acrescente a abobrinha. Mais cinco minutos de cozimento, acerte o sal, desligue o fogo e acrescente o provolone.

Feijoada tradicional (Guia da Cozinha)

INGREDIENTES

•  1 rabo suíno
•  1 orelha suína
•  300g de costelinha suína em pedaços
•  300g de lombo suíno em cubos
•  300g de acém bovino em cubos
•  500g de feijão-preto
•  3 folhas de louro
•  2 colheres (sopa) de óleo
•  2 gomos de linguiça calabresa em rodelas
•  1 gomo de paio em rodelas
•  350g de bacon em cubos
•  2 dentes de alho picados
•  Sal e molho de pimenta a gosto
•  Couve refogada e torresmo para acompanhar

MODO DE PREPARO

Coloque o rabo suíno e a orelha suína em uma tigela, cubra com água e deixe de molho por 24 horas, trocando a água 4 vezes. Escorra, coloque em uma panela, cubra com água e cozinhe por 30 minutos, em fogo médio. Escorra, deixe esfriar e corte em pedaços. Em uma panela de pressão, coloque o rabo e a orelha, a costelinha, o lombo, o acém, o feijão e o louro, cubra com água e cozinhe por 20 minutos com a panela aberta, sem pressão, em fogo baixo. À parte, aqueça uma panela, em fogo médio, com o óleo e frite a calabresa, o paio, o bacon e o alho por 5 minutos ou até dourar. Transfira para a panela de pressão, cubra com mais água, tampe e cozinhe por 20 minutos depois de iniciada a pressão. Desligue, deixe a pressão sair naturalmente e abra a panela.
Volte a panela ao fogo médio, tempere com sal, molho de pimenta e cozinhe até que todos os ingredientes estejam macios, mas sem desmanchar. Retire do fogo e sirva acompanhada de couve refogada e torresmo.

Top gourmandd

Menção honrosa no rol dos pratos típicos brasileiros, a feijoada é um dos destaques do nosso Festival de Inverno. Embora esteja na mesa dos brasileiros de ponta a ponta, de janeiro a dezembro, costuma ganhar mais destaque no inverno nas regiões Sul e Sudeste.
O guisado de feijão preto com pedaços de carne tem várias opções de acompanhamento e também opções veganas, substituindo a proteína animal.
Mais que uma paixão nacional, a feijoada é uma verdadeira tradição, e uma ótima pedida para reunir a famílias e os amigos em almoços memoráveis no fim de semana. Por todos esses motivos, servimos feijoada na edição de hoje.

Cris Pisoni

Coordenadora do Clube Gourmet

 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This