Home Cidades Funcionários do setor de ambulância atuam em condições precárias

Funcionários do setor de ambulância atuam em condições precárias

Há um banheiro para atender 35 trabalhadores, que têm de pagar por uniformes; frota tem problema de manutenção
by Pedro Heiderich

Funcionários do Setor de Ambulância de Nova Odessa estão trabalhando em situação precária desde o ano passado. Além de ter que dividir em 35 pessoas, divididas em quatro turnos, apenas um banheiro e pagar pelo uniforme que usam, sofrem com a falta de manutenção dos veículos. A Prefeitura disse que os problemas são da gestão passada e que estão sendo resolvidos.

A vereadora Márcia Rebeschini (PV) falou do assunto na sessão desta segunda-feira (1º). “Recebi reclamações de funcionários do setor, de que está precário e abandonado. Convoquei o secretário de Saúde e fiz reunião entre eles. Falta manutenção dos veículos, tinha carro que ia levar paciente para a Unicamp sem limpador de para-brisa. O motorista teve que parar na beira da pista e esperar a chuva passar para poder seguir viagem”, afirmou.

Márcia ainda citou que os funcionários dividem apenas um banheiro no local e que tinham que pagar do bolso para comprar o uniforme, que custa cerca de R$ 170. “Coisas básicas que devem ser fornecidas para os servidores”, criticou.

A vereadora contou que voltou ao setor na sexta-feira (28) e já viu mudanças. “Fiquei contente, as ambulâncias passaram por manutenções que precisavam, a secretaria apresentou novo projeto, com sala para os funcionários, banheiro masculino e feminino. Vamos seguir acompanhando.”

RESPOSTA

Em nota, a prefeitura informou que o cenário vem desde a administração passada, do ex-prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza, o Bill (PSDB). A Secretaria de Saúde relatou que, atualmente, com os técnicos, são 35 servidores no Setor de Ambulância, divididos em quatro turnos. A pasta já estuda ampliação e reforma do setor.

“Em relação ao banheiro, os funcionários também podem utilizar os banheiros do Ambulatório de Especialidades e do Hospital Municipal, que estão localizados muito próximos”, alegou a secretaria.

Quanto aos uniformes, a responsável pelo setor comentou que, no ano passado, a administração municipal iria fornecer um conjunto, mas que os funcionários não conseguiam utilizar a roupa porque era muito “quente”. “Então eles (os funcionários) resolveram ‘comprar por conta'”, informa.

A atual gestão já autorizou a compra de uniforme, já foi feita cotação e está em processo de compra. “Quanto à manutenção das ambulâncias, já está sendo feita e logo chegará na fase de manutenção preventiva”, finalizou a pasta.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This