Home Brasil + Mundo Um dia após prisão, fundador da rede Ricardo Eletro é solto em Minas

Um dia após prisão, fundador da rede Ricardo Eletro é solto em Minas

Ao ser liberado ontem, Ricardo Nunes disse que tudo já foi esclarecido e fará uma “live” na próxima segunda-feira para se explicar.
by Da Redação

O empresário Ricardo Nunes, fundador da rede varejista Ricardo Eletro, com lojas em diversos Estados do Brasil, foi solto pela Justiça na tarde desta quinta-feira (9).

Mais cedo, ele prestou depoimento sobre as investigações que culminaram na operação “Direto com o dono”.

O empresário foi preso na quarta-feira (8) em São Paulo, acusado de sonegar quase R$ 400 milhões em ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em Minas Gerais. De São Paulo, ele foi levado de avião para Belo Horizonte, de onde seguiu para o Centro de Remanejamento de Presos em Contagem, na região metropolitana.

Ao ser liberado ontem, Ricardo Nunes disse que tudo já foi esclarecido e fará uma “live” na próxima segunda-feira para se explicar.

Pela manhã, ele prestou depoimento ao Ministério Público.

O advogado Sérgio Leonardo disse que ele respondeu todas as perguntas.

Em nota, a defesa informou ainda que “o Ministério Público comete um equívoco muito grave ao confundir a pessoa física do Ricardo e os seus negócios com o patrimônio e a as as atividades de outros membros da família. O patrimônio da mãe de Ricardo decorre de herança do pai de Ricardo, falecido há aproximadamente 40 anos, período durante o qual ela geriu esse patrimônio e o manteve. O patrimônio da mãe de Ricardo não tem a mínima relação com a Ricardo Eletro, e a sua origem é anterior a empresa. Ricardo Nunes negou veemente, hoje, em seu depoimento, que possua qualquer valor ou bem fora do Brasil”.

Na quarta-feira, a Máquina de Vendas, empresa da qual a Ricardo Eletro faz parte, informou que Ricardo Nunes já não faz mais parte do grupo desde 2019.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This