Home Manchete Homem com facão faz criança de 2 anos refém em Sumaré

Homem com facão faz criança de 2 anos refém em Sumaré

Tatuador usou menor como escudo para não se entregar à polícia após agredir a ex-companheira; negociação durou quatro horas e meia
by Claudete Campos

Um rapaz agressivo e descontrolado com um facão na mão direita e uma criança de dois anos no colo foi preso por violência doméstica e lesão corporal no Parque Euclides Miranda, em Sumaré, às 14h54 desta quinta-feira (30). A negociação para soltar o refém demorou quatro horas e meia.

Segundo o 48º Batalhão e o registro policial, o tatuador V.K.P., 21, agrediu a ex-companheira, uma atendente de 24 anos, que foi submetida a uma cesariana recentemente. Na sequência, fez a criança de dois anos de escudo para evitar a prisão. O boletim não cita o grau de parentesco entre a criança, a vítima e o acusado.

A vítima informou no registro policial que foi agredida pelo acusado e tentou conversar com ele, para acalmá-lo. Porém, estava muito agressivo. A polícia foi acionada.  O acusado ainda tentou agredir os policiais com o facão e os agentes tiveram que recuar para não ser atingidos. Diversas vezes ameaçou cortar a criança.

Foram inúmeras as tentativas da equipe em conversar com o acusado a se entregar e soltar a criança e a arma, mas não obedeceu. Diante da possibilidade de ocorrer uma tragédia, os policiais pediram reforço, momento em que o tatuador ficou mais agressivo. Andava de um lado para o outro na rua, sempre mantendo a criança como escudo. Foi então que o tenente Rui chegou, manteve diálogo com o acusado e conseguiu convencê-lo a soltar a criança e o facão.

O acusado foi preso por violência doméstica e lesão corporal e recolhido à Cadeia Pública de Sumaré.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This