Home EspeciaisEmpregos ‘Jeitinho’ é opção para obter renda em meio a desemprego

‘Jeitinho’ é opção para obter renda em meio a desemprego

Faxina, carreto e encher uma laje rendem de R$ 150 a R$ 650 por serviço prestado
by Folhapress

Há 38,4 milhões de trabalhadores informais no Brasil. Os números do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que a taxa de desemprego caiu em 2019, sobretudo porque as pessoas dão um “jeitinho” para conseguir alguma renda.

A taxa de informalidade (que inclui trabalhador sem carteira, doméstico sem registro, empregador sem CNPJ, trabalhador por conta própria sem CNPJ e auxiliar familiar) atingiu seu maior nível desde 2016.

Uma das formas de conseguir renda é oferecendo serviços pela internet por meio de plataformas especializadas.

A GetNinjas, que conecta prestadores de serviços com contratantes, estima ter intermediado 800 mil propostas de orçamento só na capital em 2019.

A maioria das solicitações de orçamento, diz, foi relativa a serviços domésticos. Foram 46.046 pedidos por trabalhos de pedreiro no período, o mais buscado.
Os valores dependem do tipo de tarefa a ser executada, com a média de R$ 650 o metro quadrado para construção de paredes ou estruturas a R$ 250 para colocação de janela.
Na sequência, aparecem pedidos de mudanças e carretos (entre R$ 200 e R$ 600 por viagem), diarista (R$ 150 por faxina), eletricista (R$ 150 para trocar a fiação e R$ 60 para instalar tomada) e montador de móveis (R$ 120 por móvel).

Há pedidos por faz-tudo (média de R$ 120 por tarefa), reparador de celular (R$ 230 a manutenção), encanador (R$ 150 por desentupimento), marceneiro (R$ 1.200 por móvel) e vidraceiro (R$ 130 para instalar janela por metro quadrado).

QUALIFICAÇÃO

A maioria dos trabalhos requer qualificação técnica. Gerente da consultoria de Recursos Humanos Adecco, Tatiana Carvalho, afirma que é possível encontrar cursos gratuitos ou a preços acessíveis.

“Os sindicatos de classe oferecem uma grade de cursos, tanto para formação como especialização. O Senai tem sido uma excelente referência de mercado.”

A consultora recomenda que o autônomo tenha boa apresentação pessoal, preocupação com a divulgação dos serviços, cumpra compromissos e seja pontual.

“O mercado considera a pontualidade pré-requisito, independentemente do seu tipo de contrato”, diz.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This