Home Cidades Justiça indefere registro de candidatura de 3 vereadores

Justiça indefere registro de candidatura de 3 vereadores

O trio de Sumaré ainda pode recorrer para regularizar a situação e continuar disputando a reeleição
by Leon Botão

A Justiça Eleitoral indeferiu o registro de candidatura de três atuais vereadores de Sumaré. O trio ainda pode recorrer para regularizar a situação e continuar disputando a reeleição, mas até a noite de ontem, não tinham o registro.

Sumaré conta com 439 candidatos a uma das 21 vagas na Câmara. Entre eles estão alguns atuais vereadores, sendo que três deles tiveram o registro indeferido: Edgardo Cabral (Republicanos), Márcio Brianes (PDT) e Valdir de Oliveira (Republicanos). O trio se junta a outros 26 candidatos indeferidos essa semana pela Justiça Eleitoral.

Além dos indeferimentos, o pleito tem ainda seis renúncias, ou seja, desistências de candidatos.

A reportagem do TODODIA entrou em contato com os três candidatos indeferidos. Nos três casos, a Justiça Eleitoral informou que houve problemas na documentação.

Edgardo, que é vice-presidente da Câmara atualmente, se disse confiante na regularização. “(O advogado) já protocolou a defesa, amanhã sairá o deferimento. Não fui impugnado, sou candidato e serei reeleito para hora e glória do nosso Deus”, disse.

Márcio Brianes destacou que, por ser um problema de documentação, a situação seria resolvida ainda essa semana. “O advogado me informou que foi uma falha no cartório, que a documentação foi toda entregue em 27 de setembro. Já apresentamos os protocolos ao juiz eleitoral”, afirmou.

O vereador Valdir de Oliveira não retornou o contato feito pela reportagem.

SANTA BÁRBARA

Na região, outro vereador que teve a candidatura indeferida foi Dr. Edmilson Rocha (Podemos), de Santa Bárbara d’Oeste, por ter sido declarado inelegível após uma condenação por falso testemunho em 2018, que o fez se enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

O indeferimento transitou em julgado no dia 23 de outubro, mas o vereador já havia antecipado a notícia a seus seguidores nas redes sociais no dia 7, gravando um vídeo ao lado da esposa e também candidata a vereadora na cidade.

No vídeo, ele defende sua inocência, sem detalhar o caso, e pede votos para sua esposa, afirmando que, se eleita, ela dará continuidade a seu trabalho na Câmara.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This