Home Esportes Longe, Felipão evita falar sobre acesso

Longe, Felipão evita falar sobre acesso

Cruzeiro vem de seis jogos de invencibilidade, com três vitórias e três empates
by Folhapress

O Cruzeiro vive uma situação inusitada com o técnico Felipão. Sob comando do treinador, já são seis jogos de invencibilidade, com três vitórias e três empates, mas o período positivo pouco tem ajudado o clube a se distanciar dos últimos colocados.

Tão ruim quanto isso, a equipe celeste vê cada vez mais distante a possibilidade de alcançar o principal objetivo no início da temporada, que era de voltar à primeira divisão nacional. Faltando mais 16 jogos, o time está a 12 pontos do Juventude, hoje quarto colocado, o suficiente para fazer Felipão colocar em segundo plano o discurso do acesso anteriormente adotado pela diretoria.

Atualmente, o rendimento do Cruzeiro nas primeiras 22 rodadas é de 38%. Somente com Felipão, o aproveitamento sobe para 66%. Para se ter melhor ideia do cenário pessimista do time, matemáticos acreditam que 64 seja o número ideal de pontos para se garantir entre os quatro primeiros da Série B. Para atingir essa pontuação, o Cruzeiro teria que somar 39 pontos em 48 possíveis, ou seja, vencer 13 dos 16 jogos restantes (81%).

“Eu já falei algumas vezes que o projeto do Cruzeiro é para o ano que vem, porque esse ano ele tem que sair lá de baixo. Nós temos cinco equipes só abaixo de nós. Temos que saber isso. Eu, como treinador, vou fazer o projeto e vou desenvolver o projeto, e o pensamento nesses jogadores até o momento é de conseguirmos o primeiro objetivo. O segundo objetivo é uma coisa que eu nem vou falar mais com eles, nem vou falar com vocês, porque nós não estamos atingindo nossos objetivos”, comentou o treinador, na última sexta-feira (20).

O próximo duelo é hoje, às 21h30, fora de casa, contra a Chapecoense, que lidera a competição.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This