PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Basílica é palco de nova manifestação

Já o bispo diocesano é acusado de ter acobertado os supostos casos envolvendo o padre Leandro Ricardo

Dezenas de fiéis participaram ontem de uma manifestação em frente à Basílica de Santo Antônio de Pádua, no Centro de Americana, em protesto contra o escândalo das denúncias envolvendo o ex-reitor, o padre Leandro Ricardo, e o bispo da Diocese de Limeira, Dom Vilson Dias de Oliveira. Esta é a segunda mobilização conduzida por fiéis.

PUBLICIDADE

A primeira ocorreu em fevereiro e, naquela oportunidade, os participantes, de vassouras em punho, despejaram baldes e garrafas de água na escadaria da igreja, fazendo menção de estarem lavando a “sujeira” da Igreja Católica.Padre Leandro é alvo de investigações da Polícia Civil e do Ministério Público em função de denúncias por supostos crimes sexuais cometidos contra coroinhas, menores de idade, em Americana e Araras, onde ele também atuou.

Já o bispo diocesano é acusado de ter acobertado os supostos casos envolvendo o padre Leandro Ricardo e de ter se apropriado indevidamente de recursos da igreja, além de extorsão contra padres da diocese.Por conta das denúncias, o padre Leandro foi afastado de suas funções em janeiro e proibido por Dom Vilson de celebrar missas até o fim das investigações. Ambos negam todas as acusações, mas se recusam a comentar o caso.

PUBLICIDADE

MANIFESTAÇÃO

O manifesto dos leigos ontem foi convocado por meio das redes sociais e a maioria dos presentes usava roupa de cor preta em sinal de “luto” pela situação.O funcionário público Márcio de Moura, morador no Jardim Mirandola, que já foi ministro da Eucaristia, participou do ato e avaliou como positivo. “Foi positivo, teve bastante gente, foi muito bacana”, declarou.

PUBLICIDADE

Um grupo de pessoas de Araras, cidade de onde veio o atual Administrador Pró-Tempore, Alex Sander Turek Machado, em substituição a Edmilson José da Silva, também esteve presente. Segundo Moura, o coral participou interpretando cânticos e as pessoas fizeram orações. Depois, houve uma passeata até a Igreja Velha, de onde voltaram e fizeram novas orações, terminando com um abraço em volta da escadaria da Basílica.

Em uma das faixas exibidas no protesto os participantes pediram ao Núncio Apostólico do Brasil, Giovanni D’Aniello, representante máximo do Vaticano no País, que “afaste o bispo Dom Vilson da Diocese de Limeira porque ele está envergonhando a Igreja Católica”. Outros pediram o fim dos supostos casos de abusos sexual, financeiro, psicológico, jurídico e religioso, que teriam sido cometidos pelo padre e bispo.

INQUÉRITO

Na quarta-feira, a Polícia Civil informou que vai pedir prorrogação do prazo de conclusão dos inquéritos que apuram as denúncias. Paralelamente à Polícia, uma apuração interna da igreja já foi enviada em abril para o Vaticano, em Roma. Em ambos os casos, as apurações correm em segredo.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This