PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Polícia identifica dois envolvidos na morte de servidor em Hortolândia

Crime ocorreu quando servidor municipal parava caminhonete para deixar esposa no cabeleireiro

Em nota, sem revelar nomes de suspeitos, a Polícia Militar de Hortolândia informou, nesta terça-feira (19), que estão identificados dois de ao menos três envolvidos na tentativa de roubo de carro que terminou com a morte do servidor público municipal, de 63 anos, em Hortolândia, nesta segunda-feira (18).

PUBLICIDADE

Segundo foi apurado, as identificações ocorreram após a apreensão, em Monte Mor, do carro que os criminosos usaram para fugir do local do crime, na rua Miguel Gimenes Alves, no Jardim Santa Izabel, mesmo bairro onde a vítima morava, em Hortolândia.

MEIO AMBIENTE

PUBLICIDADE

O carro passou por perícia e está recolhido à disposição da Polícia Judiciária. As investigações são conduzidas por policiais do 1º Distrito, no Jardim Rosolém. No registro policial de latrocínio (roubo seguido de morte) constava que o falecido era comerciante, mas a Prefeitura da cidade confirmou que Joel Alves Assunção era servidor municipal desde 2005. Atuava na Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

ENTENDA O CASO

PUBLICIDADE

Ele foi baleado por um dos dois assaltantes que o abordaram quando ele estava com sua caminhonete VW/Amarok, na frente de um condomínio. A informação é que a vítima parou no local para deixar a esposa no cabeleireiro.

Após o disparo, os criminosos fugiram aparentemente sem levar nada. A vítima foi socorrida por populares e conduzida à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Rosolém, mas não resistiu ao ferimento.

O tiro transfixou o braço esquerdo dele e alojou-se no tórax. Na manhã desta terça-feira (19), o corpo de Joel foi velado por familiares e amigos na Igreja do Jardim Rosolém e posteriormente seguiu para o sepultamento no cemitério Parque Hortolândia. (EDSON SILVA)

 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This