Home Cidades Moradora de asilo de Americana morre de Covid-19

Moradora de asilo de Americana morre de Covid-19

A paciente foi internada com sintomas de Covid-19 no dia 14 de maio e teve o resultado positivo para a doença na segunda-feira (18)
by tododia

A Prefeitura de Americana informou, na manhã de hoje (23), a morte de uma mulher de 69 anos que estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital particular do município, por Covid-19, às 2h25. Ela residia em uma casa de longa permanência para idosos e se tratava de câncer, além de ser hipertensa. A paciente foi internada com sintomas de Covid-19 no dia 14 de maio e teve o resultado positivo para a doença na segunda-feira (18).

Outra moradora da casa, de 71 anos, que está internada em hospital particular, teve resultado positivo para Covid-19. Ela é o terceiro caso confirmado entre os residentes do local, que também tem uma idosa de 83 anos que testou positivo para o novo coronavírus, por meio de um exame PCR de laboratório particular, feito pela família. Ela estava em isolamento domiciliar na casa, mas precisou ser internada e agora está no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi.

Segundo a prefeitura, a casa de idosos notificou a Vigilância Epidemiológica sobre a situação, assim que teve o primeiro resultado positivo, e realizou testes rápidos de laboratório particular nos funcionários e idosos do local. A Vigilância coletou exame PCR de funcionários e idosos que apresentaram algum tipo de sintoma, sendo quatro funcionários, que estão afastados do trabalho, e oito idosos que estão em isolamento domiciliar (na casa de idosos onde residem).

São eles dois idosos, de 76 e 77 anos; e cinco idosas, entre 81 e 92 anos. Uma idosa de 92 anos, que também teve exame PCR coletado, está internada em hospital particular, mas a causa não é por sintomas da doença.

O local foi fiscalizado pela Vigilância Sanitária e estava cumprindo todas as recomendações de prevenção à Covid-19. Por orientação da Vigilância Epidemiológica, o grupo de idosos suspeitos que aguardam resultados dos exames PCR está separado dos assintomáticos. Todos os residentes da casa e familiares foram informados sobre as ocorrências, diz a prefeitura.

A prefeitura havia divulgado que o segundo caso confirmado da clínica era de uma idosa de 77 anos, mas corrigiu a informação – ela tem 83 anos.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This