Home Cidades Mulher é agredida ao pedir para vizinho desligar máquina de lavar

Mulher é agredida ao pedir para vizinho desligar máquina de lavar

Caso aconteceu na Praia Azul, em Americana
by Claudete Campos

Uma mulher de 51 anos foi agredida por vizinhos de um condomínio na Rua Maranhão, no Bairro Balneário Riviera, na Praia Azul, em Americana, porque reclamou do barulho da máquina de lavar roupa, que estava ligada na madrugada desta quarta-feira (25).

Segundo a vítima G.S.S., ela pediu para o casal desligar a máquina, mas A.P. e a vizinha D.S. a agrediram com socos, pontapés e com um extintor de incêndio, que atingiu seu abdômen e cabeça.

A vítima passou mal e foi conduzida por guardas municipais ao Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi. Os vizinhos não saíram para fora. O caso de lesão corporal foi registrado na Central de Polícia Judiciária.

 

OUTRO LADO

A vendedora autônoma D.S.,32, se defendeu das acusações. Alegou que no dia dos fatos estava dormindo, quando escutou um “estouro”. Era a vizinha, que havia danificado sua porta. Ao abrir a porta, G. teria colocado o dedo no rosto da vendedora e mandou desligar a máquina de lavar roupa, que fazia barulho.

D. disse que a família dormia no momento e que a máquina estava desligada. “Ela me agrediu primeiro”, disse. As duas entraram em luta corporal e a vendedora negou que tenha agredido a suposta vítima com extintor de incêndio no abdômen e cabeça. Agora, ela busca ressarcimento pelos danos causados na sua porta.

 

ENTEADO

Em outro caso, o ajudante de pedreiro G.M., 48, foi agredido com socos e pontapés pelo enteado W.W.G.A., 24, porque se recusou a ficar com a mãe dele no hospital. Segundo relato policial, só não foi esfaqueado porque a vítima saiu correndo.

O ajudante mencionou no boletim de ocorrência que o enteado é dependente químico. A ocorrência foi na Avenida Valter Minozi, no Vale das Palmeiras, em Americana, às 10h desta terça-feira (24).

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This