Home Cidades Ocupação de UTI sobe e região pode regredir

Ocupação de UTI sobe e região pode regredir

DRS Campinas pode voltar à fase laranja em anúncio previsto para amanhã
by Pedro Heiderich
A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do DRS (Departamento Regional de Saúde) Campinas destinados à pandemia chegou a 69% na terça-feira (12) e, no dia seguinte, subiu para 69,5%. O aumento das internações pode fazer a região recuar para a fase laranja do Plano São Paulo na avaliação do governo do estado amanhã.
Conforme reavaliação no dia 8, o governo alterou as regras pra o avanço à fase verde e para classificar uma região na fase laranja. O parâmetro de taxa de ocupação UTI Covid para fase laranja, que era de 75%, foi para 70%.
Seguindo a tendência das últimas semanas, o DRS Campinas deve atingir taxa de ocupação de UTI de 70% hoje.Na semana passada, a taxa era de 67%, e, na retrasada, de 65%. A taxa de ocupação de leitos de enfermaria foi de 48,7% para 49,4%.
Segundo a Fundação Seade, órgão estadual responsável pelos dados de coronavírus, a região teve ainda mais 1.599 casos e 24 óbitos, e totaliza 169.570 infectados, sendo 4.439 óbitos.
Autoridades já alertaram que o reflexo das aglomerações de fim de ano, com o aumento de casos e internados, deve acontecer até a terceira semana do mês. Ou seja, esses números podem aumentar ainda mais.
Como o TODODIA mostrou, o número de internações no DRS Campinas no final de semana foi o maior desde agosto, para sábados e domingos. Na terça (12), foram 142 novas internações de pacientes com coronavírus ou suspeita, uma variação semanal de 22%. Foram 41 internações a mais do que no dia anterior. Na quarta-feira (13), foram 146 novas internações, uma variação semanal de 28,3%.
Nesta quarta-feira (13), o DRS Campinas registrou média de 37,1 internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. É a primeira vez que o requisito aparece no boletim diário da fundação.
A situação de Campinas, maior cidade do DRS, também é um fator que pesa para a possível regressão de fase no Plano São Paulo.
Campinas tinha, ontem, 80,87% dos leitos de UTI Covid ocupados (186 de 230). Da rede pública havia apenas sete leitos municipais livres.
Se, por um acaso, a região permanecer na fase amarela, o avanço à fase verde está distante. Outro novo requisito do estado para endurecer os avanços de fase foi que cada região precisa alcançar 30 internações por 100 mil habitantes e três mortes por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, além de 28 dias seguidos na fase amarela, antes de avançar.
A fase amarela permite atendimento presencial de qualquer comércio até as 22h. Na fase laranja será até as 20h. A fase amarela permite atendimento presencial em bares até as 20h, na fase laranja não há atendimento presencial nos bares.
As dez horas de comércio diário da fase amarela caem para oito horas diárias na fase laranja. Não fossem as mudanças do dia 8 do governo do estado, a fase laranja permitiria apenas quatro horas diárias de comércio e a capacidade, agora de 40% de limite, cairia para 20%.Além disso, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros e parques estaduais passaram a poder funcionar na fase laranja. Até o ano passado não podiam nesta etapa do Plano São Paulo.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This