Home Esportes Palmeiras vence e amplia recorde de invencibilidade

Palmeiras vence e amplia recorde de invencibilidade

O decacampeão jogou contra o rebaixado Vitória em jogo de festa que teve a presença do presidente eleito, Jair Bolsonaro, que entregou as medalhas e a taça ao capitão Bruno Henrique
by Folhapress

O decacampeão Palmeiras tem mais motivos para comemorar no Campeonato Brasileiro. A vitória de 3 a 2 sobre o Vitória, neste domingo (2), no Allianz Parque, fez o time somar 47 pontos no segundo turno, igualando ao recorde do rival Corinthians.
A marca foi atingida de forma inédita pelo alvinegro na primeira metade do Brasileiro de 2017.

O Palmeiras já havia quebrado outro recorde do Corinthians. O time comandado por Felipão somou 23 vitórias, superando o recorde de 19 alcançado pelo alvinegro, à época comandado por Fábio Carille.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

No jogo festa da entrega das medalhas e o troféu de campeão do Brasileirão 2018, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, foi um dos destaques da Arena Palmeiras, lotada neste tarde. Ele chegou ao gramado para entregar as medalhas e o troféu aos campeões aos gritos de “mito, mito”.

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Em um dos camarotes do Allianz, Bolsonaro assistiu ao jogo desde o começo Foto: Reuters/Paulo Whitaker

 

O JOGO

O alviverde chegou a abrir 2 a 0 contra o Vitória. Aos 42 minutos, Edu Dracena abriu o placar para os donos da casa. Gustavo Scarpa, aos 12 do segundo tempo, ampliou o placar.

 

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

Comemoração dos jogadores no gol de Edu Dracena no primeiro tempo Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

 

A reação do Vitória veio com um gol de pênalti assinado por Yago, aos 25 minutos. Minutos depois Luan empatou para os visitantes com chute na entrada da área.

Porém, aos 44 minutos, Bruno Henrique marcou e garantiu a vitória dos donos da casa.

PALMEIRAS
Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima (Guerra); Gustavo Scarpa (Moisés), Dudu e Borja (Deyverson).
T.: Luiz Felipe Scolari

VITÓRIA: João Gabriel; Cedric, Lucas Ribeiro, Bruno e Fabiano; Willian Farias (Nickson), Yago e Léo Gomes; Lucas Fernandes (Erick), Luan e Léo Ceará (Eron).
T.: João Burse

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Eder Alexandre (SC)
Público/Renda: 41.256/R$ 3.514.618,30
Gols: Edu Dracena (PAL), aos 42 minutos do primeiro tempo; Gustavo Scarpa (PAL), aos 11 minutos do segundo tempo, Yago (VIT), aos 25 minutos do segundo tempo; Luan (VIT), aos 27 minutos do segundo tempo; e Bruno Henrique (PAL), aos 44 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Deyverson e Felipe Melo (Palmeiras); Lucas Ribeiro e Luan (Vitória)

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This