Home Brasil + Mundo Pandemia altera rotina de cemitérios no País

Pandemia altera rotina de cemitérios no País

Ações preventivas e protocolos sanitários passaram a ser adotados, entre eles o uso de EPIs pelos funcionários e caixões lacrados
by Agência Brasil

As medidas para evitar a aglomeração de pessoas e a propagação do novo coronavírus estão mudando a rotina de cemitérios por todo país. No Rio de Janeiro, onde já 21 cemitérios, e em Belo Horizonte (MG), diversas ações preventivas e protocolos sanitários passaram a ser adotados – entre eles o uso de EPIs (equipamentos de proteção individua) e caixões lacrados, com limitação da presença de pessoas no sepultamento.

Na Capital fluminense, por exemplo, depois de constatada a morte, o corpo é levado diretamente do hospital para o cemitério – uma vez que o preparo, chamado de tanatopraxia, não deve ser feito na unidade hospitalar. Os corpos devem ser entregues envoltos em plástico preto. No cemitério, o agente funerário deve lacrar os caixões. O velório deve ocorrer a céu aberto, sem capela. Depois dessa etapa, o caixão deve seguir direto para a sepultura ou crematório.

No Rio, técnicos de segurança do trabalho fizeram treinamentos com empregados de todos os cemitérios. Foram confeccionados cartilhas e folhetos tanto para os empregados quanto para os visitantes. O álcool em gel está disponível nos escritórios dos cemitérios e nos locais de maior circulação de pessoas. Além disso, todos os empregados foram orientados a usar touca/gorro, óculos, máscara, avental e luvas.

Funcionários responsáveis pelos enterros nos quatro cemitérios municipais da capital estão usando equipamentos de proteção contra o coronavírus.

Fundação Municipal de Parques explicou que a medida é necessária porque nem sempre o atestado de óbito indica se há suspeita de Covid-19. O conjunto de proteção é composto por um macacão e um protetor facial.

Os cemitérios permitem que um pequeno grupo acompanhe os enterros e sugerem que as pessoas utilizem máscaras e álcool em gel, além de manter distância uma das outras e não encostar nos caixões durante os sepultamentos.

Já os velórios estão suspensos nos cemitérios municipais.

Minas Gerais tem três mortes causadas pelo coronavírus confirmadas, sendo dois moradores da capital mineira.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This