Home Destaque Pandemia derruba índices de criminalidade na Região

Pandemia derruba índices de criminalidade na Região

A associação da queda brusca com o isolamento social foi feita pela Polícia Militar, prefeituras e especialista ouvidos pelo TODODIA
by Claudete Campos

A pandemia do novo coronavírus derrubou os índices de criminalidade na região em maio. Tanto os crimes contra a vida, como homicídio e tentativa de homicídio, quanto aqueles contra o patrimônio, como roubos em geral e furtos e roubos de veículos, tiveram queda no mês passado. 

As estatísticas são da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado e foram divulgadas na noite desta quinta-feira (25). A associação da queda brusca com o isolamento social foi feita pela Polícia Militar, prefeituras e especialista ouvidos pelo TODODIA. 

Os homicídios caíram 50%  em Americana, Hortolândia, Nova Odessa, Santa Bárbara e Sumaré (de 4 para 2 casos); tentativa de homicídio, 66,6% (de seis para dois casos), estupro, 21,42% (de 14 para 11 casos; roubos outros (todos os tipos, exceto roubo de veículos), 45,36% de queda (de 291 para 159); roubos de veículos, 42,50% de redução (80 para 46) e furto de veículos, 24,5% (de 200 para 151). 

Em Santa Bárbara, os furtos de veículos tiveram os menores indicadores dos últimos 13 anos. Tanto a Polícia Militar quanto a Guarda Municipal fazem o mapeamento “inteligente” dos índices criminais para redirecionar os recursos para as regiões com maiores incidências. 

O 19º Batalhão da PM, que também abrange Americana e Santa Bárbara d’Oeste, destacou as ações desenvolvidas pela corporação para redução da criminalidade. Os batalhões têm que adotar ações para reduzir os índices.  

O programa São Paulo Contra o Crime estabelece metas bimestrais. As duas cidades tiveram crimes abaixo do teto estipulado. Além disso, as escoltas de presos foram suspensas e o efetivo foi redirecionado para o policiamento preventivo e ostensivo. As duas cidades também não tiveram homicídio e nem latrocínio (roubo seguido de morte) em maio.  

O tenente-coronel Luiz Horácio Raposo Borges de Moraes também acredita que essa redução esteja relacionada com o distanciamento social imposto no Estado, em razão da pandemia do novo coronavírus. E as barreiras policiais ajudam a evitar crimes. “Não podemos negar que a política de isolamento social tem feito com que as pessoas permaneçam mais tempo em casa, reduzindo a quantidade de veículos nas ruas e mantendo alguns tipos de comércios fechados. O fato de as pessoas ficarem mais tempo em casa de certa forma dificulta a ação criminosa”, destacou o comandante Horário. 

RESULTADOS 

O especialista em segurança pública, José Vicente da Silva Filho, coronel reformado da PM-SP e ex-secretário nacional de Segurança Pública, também atribui essa redução à pandemia, que resultou na diminuição da circulação de pessoas. “Os resultados estão melhorando sensivelmente. Os roubos e furtos caem em todo o Estado por causa da pandemia que reduz o número de pessoas nas ruas, mas a queda de homicídios é notável já que aumentaram no Estado”, avaliou o especialista. 

A Gama (Guarda Armada de Americana) ressaltou que a corporação mantém o policiamento mesmo em época de pandemia.  

“Os dados comprovam que a cidade de Americana está atingindo um resultado relevante e positivo em face dos índices apresentados referentes ao ano passado”, ressaltou a corporação, em nota. 

FATORES 

Para a Prefeitura de Hortolândia, foram vários fatores que contribuíram para a queda expressiva da criminalidade: intensificação do patrulhamento pela Guarda Municipal, implantação do Canil, funcionamento das câmeras do tipo OCR, que registram passagem de veículos furtados ou roubados, e a instalação de lâmpadas de LED, que aumentam a luminosidade e a segurança. 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This