Home Brasil + Mundo Polícia investiga possível falha humana em acidente que matou 41

Polícia investiga possível falha humana em acidente que matou 41

“O que temos de concreto é que tudo indica que não foi falha mecânica”, afirmou a delegada Camila Rosa Alves
by Folhapress

A polícia investiga se uma falha humana teria provocado o acidente entre um ônibus e um caminhão, que matou 41 pessoas por volta das 6h30 desta quarta-feira (25), na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre Taquarituba e Taguaí, na região de Avaré (SP).

“O que temos de concreto é que tudo indica que não foi falha mecânica”, afirmou a delegada Camila Rosa Alves, titular da Seccional de Taquarituba e que responde pela investigação.

Os enterros em Itaí, onde morava a maioria das vítimas, ocorreram entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira.

A policial disse ainda trabalhar com a possibilidade de homicídio culposo (sem intenção), com base nos elementos levantados pela investigação até o momento.

Há suspeita de que o coletivo estava acima da velocidade, segundo depoimentos colhidos informalmente com sobreviventes, inclusive o motorista do ônibus.

Para constatar sobre as investigações, a polícia aguarda resultados de exames periciais, feitos no tacógrafo de ambos os veículos envolvidos na colisão.

Além disso, a Polícia Científica avalia as marcas de pneus deixadas no asfalto, após o acidente. “Uma certeza que temos é a de que o ônibus invadiu a pista contrária. Falta agora saber as circunstâncias em que isso aconteceu”, acrescentou a delegada seccional.

O motorista do caminhão envolvido no acidente tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação), mas não era habilitado para dirigir veículos de grande porte. Ele está entre os mortos.

O ônibus que se envolveu no acidente não possuía registro para o transporte de passageiros.

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This