Home Brasil + Mundo Quase 900 mil trabalhadores da cultura perderam trabalho no primeiro semestre

Quase 900 mil trabalhadores da cultura perderam trabalho no primeiro semestre

O número total de pessoas empregadas no setor cultural era de 7,1 milhões em dezembro de 2019, mas caiu para 6,2 milhões em junho deste ano
by Da Redação

Cerca de 870 mil dos trabalhadores da cultura no Brasil, formais e informais, perderam seus empregos entre dezembro de 2019 e junho de 2020. Esse grupo inclui atividades artesanais, cinema, teatro, rádio, TV, fotografia, artes visuais e setor editorial. O número total de pessoas empregadas no setor cultural era de 7,1 milhões em dezembro de 2019, mas caiu para 6,2 milhões em junho deste ano, o que representa uma queda de 12,2% de pessoas trabalhando na cultura. Os dados foram captados pelo “Painel de Dados do Observatório Itaú Cultural”, utilizando dados da Pnad, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Segundo Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural, “o levantamento mostra a importância do sistema formal no mundo da arte e da cultura, já que dentro do campo formal, houve uma menor queda”. Segundo dados da Pnad, entre junho de 2019 e junho de 2020, a queda de postos de trabalho formais, que nesta pesquisa também inclui aqueles empregados como pessoa jurídica, foi de 6,24%. No caso dos informais, a queda foi de 21,3%.

 

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This