Home Cidades Região tem 18 mortes e passa de 9 mil casos

Região tem 18 mortes e passa de 9 mil casos

Agora, a região registra 9.554 casos e 387 mortes
by CT Press

Com 18 mortes por coronavírus e 592 novos registros ontem, a região passou de 9 mil casos da doença. No fim de semana ainda foram registradas cinco mortes e 276 casos. Agora a região tem 9.554 casos e 387 mortes.

Americana teve seis óbitos e 175 casos. A cidade tem 2.410 casos (82 óbitos e 38 internados). As vítimas morreram entre 20 de julho e domingo (2). Três estavam em hospitais particulares: idoso de 83 anos, do Jardim São Pedro; homem de 63 anos (o único dos três sem comorbidades), do Parque Novo Mundo; e um idoso de 70 anos, da Vila Mariana.

Estavam no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi uma idosa de 87 anos, da Chácara Machadinho; um idoso de 74 anos, do Cidade Jardim; e um idoso de 83 anos, do Jardim Ipiranga, o único dos três que não tinha comorbidades.

A ocupação de leitos de Covid-19 em Americana é de 59% com respiradores (de 59 no total, 35 estão ocupados) e de 60% sem respiradores (de 65, 39 ocupados).

A ocupação apenas no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi é de 41% com respiradores (de 17, sete ocupados) e 83% sem respiradores (de 18, 15 ocupados).

Sumaré registrou seis mortes e 113 casos. Agora são 2.630 casos (121 óbitos e 74 internados). As vítimas faleceram entre 12 de julho e domingo (2). São quatro homens, sendo que apenas um deles com comorbidade, um homem de 66 anos, que estava na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Macarenko.

Um homem de 50 anos estava no mesmo local; um de 60 anos estava no hospital da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), em Campinas; e um de 65 no Centro Médico de Campinas.

Uma mulher de 73 anos, com comorbidade, estava na Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), na Capital, e uma mulher de 81 anos estava na UPA Macarenko.

Hortolândia teve três mortes e 82 casos. As vítimas eram mulheres, todas com comorbidades. Uma mulher de 70 anos internada no Hospital Beneficência Portuguesa, em Campinas, em 30 de maio, morreu dez dias depois. O resultado veio ontem.

Uma mulher de 75 anos morreu na quinta-feira (30), no Hospital Estadual Sumaré. Ela tinha sido internada dez dias antes na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia e foi transferida três dias depois.

Faleceu no sábado (1°) uma mulher de 81 anos que foi internada em 24 de julho no Hospital Samaritano, em Campinas. Agora são 1.900 casos, com 85 óbitos e 46 internados (27 em UTI).

Santa Bárbara d’Oeste teve três mortes e 194 casos. Um homem de 60 anos, da região da Vila Linópolis, morreu sexta (31). No sábado (1°) faleceu um morador da região do Santa Rita, de 71 anos. E segunda (3), uma moradora da região do Parque Zabani, de 67 anos. Santa Bárbara tem 2.444 casos (68 óbitos).

Nova Odessa teve uma morte no sábado (1°). A vítima é um homem de 41 anos, com comorbidades, que morava em Sumaré e morreu no último dia 19, em São Paulo.

Ele procurou atendimento na Unidade Respiratória e foi transferido para hospital na Capital. Nova Odessa teve mais 36 casos e chegou a 474, com 29 mortes.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This