Home Cidades RMC já soma 35 vítimas de sarampo

RMC já soma 35 vítimas de sarampo

Doença é registrada em 11 cidades, que apuram ainda outras 109 suspeitas; Ministério orienta vacinar bebês
by Beatriz Costa

A escalada do sarampo já alcança 35 vítimas em 11 das 20 cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), segundo novos números divulgados ontem pela Secretaria de Saúde do Estado e pelas prefeituras. Além dos casos positivos, há pelo menos 109 suspeitas em investigação nessas cidades.

Devido ao avanço da doença em vários Estados, principalmente São Paulo – onde o número de casos positivos se aproxima de 1,7 mil em 74 cidades – o Ministério da Saúde anunciou ontem uma mudança no protocolo de vacinação e passou a recomendar que a partir de hoje crianças com idades entre seis meses a um ano devem ser levadas o quanto antes aos postos de saúde para vacinação em todo país. Antes do ressurgimento da doença, a vacina era aplicada somente a partir do primeiro ano de vida.

Segundo o Ministério, trata-se de uma medida preventiva, cujo objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos.

A ampliação deve alcançar 1,4 milhão de crianças que ainda não receberam a dose extra, chamada de “dose zero”, além daquelas já previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses.

O sarampo é uma doença viral aguda, altamente contagiosa, que pode matar. A vacina é a única maneira de preveni-la.

SITUAÇÃO NA RMC

Na região, a cidade que apresenta o maior número de casos confirmados é Campinas, onde há 19 infectados. Destes, 11 são bebês com menos de um ano, seis são crianças entre 1 ano e 4 anos e, dois, adultos de 20 a 34 anos. Ainda do total de 19 casos, quatro são de um surto numa creche no bairro DIC 6 e outros dois são irmãos. Ainda existem 13 de casos isolados em todas as regiões da cidade.

Em Sumaré, dois dos três casos de sarampo foram confirmados esta semana, através de resultados de exames. As crianças, com idades de 2, 9 e 12 anos, são moradoras dos bairros Jardim Paulistano, Jardim dos Ypês e Jardim Nova Terra. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, os três tiveram boa evolução e estão bem de saúde. Nenhuma das crianças precisou ser hospitalizada.

Sumaré tem 17 suspeitas, assim como Paulínia, onde há uma confirmação de sarampo. A vítima é menino de 3 anos, do Jardim Flamboyant.

Em Hortolândia, subiu de 1 para 2 o número de casos confirmados da doença. O primeiro deles foi registrado em uma adolescente no fim de julho. Ontem, o mais novo caso foi confirmado em um bebê de 10 meses, que não havia sido vacinado. O estado de saúde da criança é estável.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

DOSES EXTRAS

Americana, que tem um caso confirmado e três suspeitas de sarampo, pediu doses extras de vacinas para o órgão regulador representante da Secretaria Estadual da Saúde. “Em relação a esta nova determinação do Ministério da Saúde, Americana dispõe de uma quantia (de doses) que permite apenas iniciar a ação. Nós já solicitamos 1,5 mil doses ao Departamento Regional de Saúde (DRS-VII) e estamos aguardando a chegada desse lote para podermos atender a esta nova solicitação”, explicou a coordenadora da vigilância epidemiológica, Simone Maciel.

No Estado de São Paulo, onde se concentram quase 99% dos casos registrados em todo Brasil, até ontem foram 1.797 confirmações – 73% deles na Capital (1.314).

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This