Home Cidades STF suspende demissão de comissionados da Prefeitura de Campinas

STF suspende demissão de comissionados da Prefeitura de Campinas

Liminar, por enquanto, evita exoneração de centenas de servidores
by tododia

O STF (Supremo Tribunal Federal) concedeu ontem liminar à Prefeitura de Campinas suspendendo a decisão do TJ- -SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que havia determinado a demissão em 30 dias de centenas de servidores comissionados (sem concurso público) da Administração do prefeito Jonas Donizette (PSB). O pedido da prefeitura foi baseado no artigo 12, § 1º, da Lei da Ação Civil Pública, visando evitar “grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e à economia pública” na municipalidade.

Segundo o Secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto, a liminar “restabelece a segurança jurídica ao município e dá tranquilidade à Administração para continuar prestando serviços públicos essenciais à população”. “A mais alta Corte de Justiça do País entendeu que agimos de forma correta. É sempre importante lembrar que a minha gestão foi a única a ter a iniciativa de limitar a quantidade de servidores comissionados na prefeitura. Antes, este limite não existia. Hoje, a nossa lei estabelece 4% em relação ao total de servidores e nós praticamos apenas 3%”, disse o prefeito Jonas Donizette.

Na semana passada, antes de obter a liminar no STF, a análise era de que a decisão do TJ culminaria na exoneração de aproximadamente 510 servidores que atualmente ocupam cargos de livre nomeação peloprefeito. A prefeitura, no entanto, não confirmou esse número. A mesma decisão do TJ considerou as nomeações “improbidade administrativa” de Jonas Donizette no cargo e pediu o afastamento do prefeito da função, além de multa e perda dos direitos políticos por cinco anos. Donizette, contudo, se negou a deixar o cargo e disse que iria recorrer da decisão em Brasília.

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This