Home Brasil + Mundo Três PMs são assassinados em abordagem a falso policial civil em SP

Três PMs são assassinados em abordagem a falso policial civil em SP

Rapaz de 24 anos se apresenta como policial, mas saca arma, mata policiais militares a sangue frio na capital paulista e também morre no confronto
by Folhapress

Três policiais militares da Força Tática do 23° BPM/M morreram baleados durante uma abordagem a um carro onde estava um falso policial civil, na Avenida Escola Politécnica, no bairro do Rio Pequeno, zona Oeste de São Paulo, por volta das 5h deste sábado (8). O falso policial que atirou nos PMs, identificado como Cauê Doretto de Assis, 24, também foi atingido e morreu.

De acordo com a polícia, dois indivíduos em um Fox branco tinham saído de uma festa e abordaram uma moto na Avenida Politécnica, no Butantã, por volta das 5h. Os PMs viram a cena e abordaram a moto e o carro com os dois ocupantes. A moto foi liberada, e um dos ocupantes do carro se identificou como “policial civil”.

Os PMs solicitaram arma e a carteira funcional do suspeito, que as entregou para os policiais militares. Enquanto os PMs checavam se o homem era mesmo policial civil, ele sacou uma segunda arma e à sangue frio baleou um PM na cabeça, atingiu também um segundo e tentou correr atirando. Os policiais revidaram, mas os três foram alvejados, bem como o falso policial civil.

Eles chegaram a ser encaminhados ao pronto socorro do Hospital Universitário, mas não resistiram.

O homem que efetuou os disparos portava um documento falso da Polícia civil. O segundo homem que estava no veículo junto ao que atirou contra os policiais não se feriu, prestou depoimento na delegacia e disse que conhecia o atirador, mas não sabia se tratar de um falso policial e que foi surpreendido pela atitude repentina dele durante a abordagem.

Os policiais mortos foram identificados como sendo o 3º sargento PM José Valdir de Oliveira Júnior, soldado PM Celso Ferreira Menezes Júnior e soldado PM Victor Rodrigues Pinto da Silva. A esposa do sargento Oliveira Júnior está grávida de gêmeos e a esposa de um dos soldados também está grávida.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

A falsa carteira de policial civil apresentada pelo assassino que matou três PMs em São Paulo na madrugada deste sábado (Foto: Reprodução)

 

 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This