Home Brasil + Mundo Vendas na Black Friday da Covid-19 cresceram 30%, aponta balanço

Vendas na Black Friday da Covid-19 cresceram 30%, aponta balanço

Segundo levantamento da Nielsen, o comércio eletrônico faturou R$ 6 bilhões de 19 a 27 de novembro
by Folhapress

As vendas na semana da Black Friday deste ano foram 30% superiores ao que foi registrado em 2019. Segundo levantamento da Nielsen, o comércio eletrônico faturou R$ 6 bilhões de 19 a 27 de novembro. O período concentra tanto o “Esquenta Black Friday” quanto a data oficial do evento, na última sexta-feira (27).

Embora tenha havido uma aposta das varejistas em diluir as principais promoções ao longo do “esquenta”, o faturamento continua concentrado no dia principal. O dia 27 foi responsável por 53% das vendas, contra 51% no ano passado

Julia Avila, líder da Ebit|Nielsen, afirma que o período de promoções estendidas será uma tendência para as próximas edições.

“O e-commerce e as pessoas utilizaram todo o período de novembro para encontrar bons preços e fechar bons negócios. Isso mostra que um esquenta Black Friday mais forte é uma tendência para os próximos anos”, afirma.

Na avaliação da Nielsen, a concentração de vendas na sexta-feira faz o varejo perder dinamismo, porque mobiliza mais infraestrutura e funcionários em um período curto.

“Com períodos maiores, o comércio se torna mais rentável e pode repassar melhores descontos nos preços. Todos lucram no fim do dia”, afirma.

Houve crescimento também no faturamento pós-Black Friday em relação a 2019. Somando sábado (28) e domingo (29), o ecommerce teve faturamento de R$ 1,5 bilhão em vendas, alta de 27% em comparação com o mesmo período do ano passado. O desempenho do fim de semana foi semelhante ao de quinta-feira (26) e sexta-feira (27).

Sugestões

Deixe um comentário




Enter Captcha Here :

Pin It on Pinterest

Share This