Home Destaque Verstappen alia estratégia e velocidade e bate Mercedes no GP dos 70 anos

Verstappen alia estratégia e velocidade e bate Mercedes no GP dos 70 anos

Hamilton não ganhou, mas viu sua vantagem como líder do campeonato subir. O destaque negativo mais uma vez coube a Sebastian Vettel
by Folhapress

O inesperado aconteceu e as dominantes Mercedes foram batidas em Silverstone. O feito coube a Max Verstappen, que aliou uma planejamento que começou ainda no sábado e foi completado com velocidade e consistência no GP dos 70 Anos. O segundo lugar ficou com Lewis Hamilton, que passou o companheiro Valtteri Bottas nas voltas finais.

Hamilton não ganhou, mas viu sua vantagem como líder do campeonato subir. O destaque negativo mais uma vez coube a Sebastian Vettel, que rodou logo depois da largada e terminou somente em 12º lugar.

Os pneus se tornaram assunto desde a corrida passada, principalmente por Lewis Hamilton cruzar a linha de chegada se arrastando para ganhar o GP da Inglaterra por causa de um pneu furado. Neste domingo, diferentes estratégias foram usadas e várias oportunidades abertas.

Max Verstappen se deu bem porque largou com pneus duros por ter usado este composto nos treinos. Além disso, sua Red Bull economizava melhor os pneus. Esta vantagem, aliada a qualidade do piloto holandês permitiu conseguir o impensável, equilibrar com as Mercedes.

A corrida ficou indefinida até as voltas finais com Verstappen, Bottas e Hamilton com chances de vitória.

Excluído da Ferrari antes mesmo da primeira corrida desta temporada, Sebastian Vettel chegou a Inglaterra duas semanas atrás negociando com a Racing Point. Mas o desempenho nas duas provas não encorajou nenhum chefe de equipe a dar uma vaga a ele. Neste final de semana, o piloto alemão ficou fora do Q3 e largou somente na 11ª posição.

O que era ruim piorou logo na primeira curva. Vettel rodou sozinho ao passar sobre a zebra e caiu para a última posição. Com um começo tão ruim, terminou a prova somente na 12ª posição. As duas corridas em finais de semana consecutivos na Inglaterra terminavam arranhando a reputação do tetracampeão.

No domingo passado, no GP da Inglaterra, Vettel foi somente 10º lugar enquanto Leclerc subiu ao pódio na terceira posição. Para completar a maré de má notícias, Nico Hulkenberg foi muito bom no GP dos 70 Anos correndo pela Racing Point.

O piloto alemão soube aproveitar a oportunidade aberta com o titular Sergio Pérez afastado por covid-19. Ele fez um ótimo tempo e largou em terceiro, atrás somente das hegemônicas Mercedes.

Muitos apostaram que ele estaria enferrujado e entregaria as posições. Apesar de ser ultrapassado por Max Verstappen na largada, Hulkenberg conseguiu um bom ritmo de corrida e terminou em 7ª lugar.

 

Sugestões

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest

Share This