Segunda, 27 Junho 2022

Americana vai dedetizar UBSs contra escorpiões

Americana vai dedetizar UBSs contra escorpiões

A Prefeitura de Americana vai desembolsar R$ 187,5 mil para controlar ratos, escorpiões e outras pragas nas 35 unidades da rede municipal de Saúde, in
A Prefeitura de Americana vai desembolsar R$ 187,5 mil para controlar ratos, escorpiões e outras pragas nas 35 unidades da rede municipal de Saúde, incluindo a Secretaria de Saúde.

O contrato homologado com a empresa Elisabete Sabino, com duração de 12 meses, prevê a realização trimestral de serviços de controle e combate de pragas urbanas, incluindo desratização, desinsetização e controle de escorpiões nas áreas das unidades de saúde do município, além da limpeza de caixas d'água.

Este ano a Vigilância Epidemiológica registrou, até o dia 14 de novembro, 418 acidentes envolvendo escorpiões, ultrapassando o total de 409 vítimas de 2017. Apesar do aumento, em 2018 nenhuma morte foi registrada em acidentes com aracnídeos.

O contrato prevê a realização dos serviços de aplicação de inseticidas e géis contra baratas e formigas "nas áreas internas, externas e periféricas adjacentes" das unidades de saúde, em um intervalo de três meses ou "ou quando for solicitada a assistência da empresa para solucionar possíveis problemas sem custos adicionais aos cofres públicos", conforme previsto no edital.

Passarão pelo processo de combate às pragas as unidades de saúde do Mathiensen, Praia Azul, São Vito, Jardim Ipiranga, Alvorada, Cariobinha, Parque Gramado, São Luiz, Zanaga II, Jardim Brasil, São Domingos, São José/Jardim América, Parque das Nações, Jaguari, Mário Covas, Jardim São Paulo, Cillos, o pronto atendimento do Zanaga, a unidade de Saúde Bucal, os CAPSs Adulto, Infantil e Álcool e Drogas, a Farmácia Regional da Praia Azul/COPA e os prédios da Central 192, UAD (Unidade de Atendimento Domiciliar), Unidade de Vigilância em Saúde, PMCD - Uvisa , Zoonoses - Uvisa, SAE/DST - Uvisa, Almoxarifado da Saúde, além da própria Secretaria de Saúde, do Núcleo de Especialidades, do Conselho Municipal de Saúde, da Farmácia Central e da Clínica Modular do Zanaga.

Apesar de afirmar que a contratação é uma exigência legal e que não está relacionada a acidentes com escorpiões, a Secretaria de Saúde informou que esta é a primeira licitação feita para realizar esse tipo de serviço. Anteriormente o processo era feito por compra direta, com dispensa de licitação.

BUTANTAN RECEBE 8 MIL ESCORPIÕES
Americana já enviou, neste ano, cerca de 8 mil escorpiões ao Instituto Butantan, em São Paulo, para a produção de soro antiescorpiônico. Dos 13.034 aracnídeos capturados até a última quinta-feira (22) na cidade, a maior parte foi encaminhada ao instituto.

Os animais são capturados por equipe do PVCE (Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões) em áreas estratégicas da cidade, entre elas os dois cemitérios.O Programa realiza capturas noturnas, com uso de luz ultravioleta.

De acordo com o setor, atualmente cerca de mil animais são enviados a cada mês ao Instituto. Não se envia a totalidade capturada porque muitos acabam morrendo no decorrer do período, entre uma retirada e outra, já que o próprio Instituto é quem realiza a coleta pelo menos uma vez ao mês.

O PVCE realiza em torno de 12 capturas a cada mês. Após a coleta, os animais são levados à sede do programa, onde permanecem em locais apropriados e aguardam até serem recolhidos. Além das capturas noturnas, o setor também realiza atendimento às reclamações e esclarece os moradores quanto às formas de prevenção.

Em Americana, nos últimos cinco anos, ocorreram duas mortes em crianças, sendo uma em 2017 e outra em 2013. O município registrou 339 casos de acidentes em 2016 e 409 em 2017.

 
 
 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/