Quarta, 25 Mai 2022

Americana começa a vacinar crianças de 7 e 8 anos sem comorbidades

Americanapandemia

Americana começa a vacinar crianças de 7 e 8 anos sem comorbidades

Secretaria de Saúde amplia público na campanha contra Covid-19 e abre agendamento para mais uma faixa do público infantil 

Campanha de vacinação infantil contra a Covid-19 em Americana avança, com mais de mil doses já aplicadas (Foto: Prefeitura de Americana/Divulgação)
A Prefeitura de Americana ampliou a vacinação contra a Covid-19 em crianças. A Secretaria de Saúde anunciou na tarde desta quinta-feira (27) a liberação do agendamento para vacinar crianças de 7 e 8 anos sem comorbidades. Agora, além das crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiências permanentes, podem ser vacinadas também crianças sem comorbidades de 7 a 11 anos.

Apenas crianças de 5 e 6 anos, sem comorbidades, ainda aguardam liberação. Segundo a prefeitura, neste sábado (29), às 14h, será liberado o agendamento para crianças de 5 e 6 anos sem comorbidades para vacinação a partir de segunda-feira (31).

O agendamento obrigatório para a vacinação deve ser feito pelo site www.saudeamericana.com.br ou www.americana.sp.gov.br/saude/agendamentovacina.

Com a mudança anunciada nesta quinta, a "xepa" da vacina passa a ser oferecida para crianças de 5 e 6 anos sem comorbidades. O responsável deve deixar o nome completo da criança e um telefone para contato em uma das unidades básicas de saúde que estão realizando a vacinação deste grupo: São Vito, Parque das Nações, Antônio Zanaga, Jardim Boer, Cariobinha e Parque da Liberdade. Se houver disponibilidade de dose, a unidade entrará em contato com o morador. Portanto, não se trata de um agendamento, mas sim de um cadastro.

VACINAÇÃO
Para se vacinar, a criança precisa estar acompanhada dos pais ou responsáveis legais ou de um adulto que apresente um termo de assentimento assinado pelos pais ou responsáveis legais, conforme determinação do Estado. Esse termo está disponível para impressão no site de agendamento, assim como a lista de comorbidades consideradas neste momento da vacinação.

É preciso também apresentar: CPF ou Cartão SUS; RG ou Certidão de Nascimento; comprovante de endereço no nome dos pais ou responsáveis legais da criança; além da carteira de vacinação de rotina, uma vez que a recomendação é de um intervalo de 14 dias entre a última vacina tomada e a imunização contra a Covid-19.

Nos casos das crianças com comorbidades ou deficiências permanentes, no ato da vacinação, é obrigatória a apresentação de um documento atual de comprovação, como carta médica, atestado, relatório, laudo, constando CRM e CID. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 25 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/