Quinta, 29 Julho 2021

Testes rápidos de Covid só chegam em julho

AmericanaSó Julho

Testes rápidos de Covid só chegam em julho

 Prefeitura de Americana ainda fará licitação para compra de 20 mil kits diagnósticos, com verba da Câmara

Os testes vão permitir a descentralização do diagnóstico, que será feito em quatro regiões da cidade (Foto: Agência Senado)

Os 20 mil testes rápidos de Covid-19 que serão comprados pela Prefeitura de Americana com dinheiro devolvido no mês passado pela Câmara de Vereadores só devem chegar à cidade daqui a um mês, conforme nova previsão informada pelo prefeito Chico Sardelli (PV) nesta terça-feira.

A previsão inicial era de que o material estivesse à disposição para uso na semana passada.

A compra dos testes foi anunciada pelo prefeito e pelo presidente da Câmara, Thiago Martins (PV), no dia 21 de maio, quando o Chefe do Legislativo informou a devolução ao Executivo de R$ 750 mil do valor normalmente repassado pela prefeitura para os custeios da Câmara.

Na ocasião, a Câmara informou que os recursos para aquisição eram provenientes da economia gerada pela atual gestão no orçamento do Legislativo.

Essa foi a segunda devolução de valores feita por Martins, que retornou em março outros R$ 700 mil para que a prefeitura comprasse respiradores para o Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi.

Os testes vão permitir a descentralização do diagnóstico, que será feito em quatro regiões da cidade: Antonio Zanaga, Parque Gramado, Cidade Jardim e Praia Azul, além da testagem no Hospital Municipal.

A previsão no dia 21 era de que os testes chegariam à cidade em cerca de uma semana, o que não ocorreu.

Nesta terça, em entrevista coletiva à Imprensa, o prefeito Chico Sardelli explicou que, por orientação da procuradoria do município, a compra exigirá a abertura de licitação e, por isso, os testes devem estar disponíveis apenas daqui cerca de 30 dias, em função dos trâmites burocráticos do processo.

COVID-19

Também na entrevista coletiva, Chico respondeu perguntas sobre a gestão da pandemia no município e sobre a expectativa e medidas de precaução em relação à possível terceira onda.

"Estamos preocupados em proteger a coletividade. Não é um problema só de Americana, o problema é geral, me preocupo muito, estamos nos reunindo todos os dias com muita cautela. Mas até agora, graças a Deus, não faltaram leitos no hospital e tudo está sob controle. Espero que essa terceira onda seja só uma marola", afirmou o prefeito.

Americana é, na região, a única cidade a ter aulas presenciais na rede municipal - ainda que com protocolos de higiene e limitação de 35% de ocupação nas salas de aula.

Nas últimas semanas, porém, houve casos de escolas que suspenderam as aulas após professores e funcionários testarem positivo para Covid-19.

Na análise do prefeito, a situação ainda não saiu do controle. "Não temos decisão em cima dessa questão (suspender as aulas), porque o volume de preocupação nesse sentido não tem sido alto. É um ou outro caso. Mas temos que estar atentos à saúde das pessoas, dos estudantes e professores, se isso aí em algum momento colocar sob risco, nós paramos", disse. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 29 Julho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/