Quinta, 26 Mai 2022

Vereador se antecipa a projeto e anuncia demissão de assessores sem diploma

AmericanaCâmara de Americana

Vereador se antecipa a projeto e anuncia demissão de assessores sem diploma

Exonerações acontecem depois de informação que projeto que pode exonerar comissionados sem ensino superior vai a plenário na próxima sessão  

O vereador disse que desde 2015 a Câmara recebe apontamentos do TCE para contratar somente comissionados com ensino superior até para o cargo de assessor de gabinete (Foto: Câmara de Americana/ Divulgação)

O vereador de Americana, Dr. Daniel (PDT), se adiantou ao projeto de adequação do quadro de servidores comissionados da Câmara – que irá a plenário na próxima quinta-feira (25) – e anunciou que vai exonerar dois assessores de seu gabinete que não possuem curso superior. As exonerações ocorrem nesta segunda-feira (22), informou o parlamentar.

Em nota, o vereador disse que desde 2015 a Câmara recebe apontamentos do TCE (Tribunal de Contas do Estado) para contratar somente comissionados com ensino superior até para o cargo de assessor de gabinete.

"Quero reiterar meu compromisso de agir com austeridade e respeito às normas legais, e afirmando meu posicionamento e voto favoráveis para adequação necessária aos cargos da Câmara", disse.

Na última sexta-feira (19), o presidente da Casa, vereador Thiago Martins (PV), afirmou que a Mesa Diretoria é autora de projeto que pode "formalizar" as demissões de sete comissionados que não têm diploma. Esses funcionários deverão ser exonerados a partir do dia 1º de dezembro para atender a um pedido do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

O TCE reprovou as contas de 2020 do Legislativo americanense e um dos motivos citados pelo órgão foi a existência de comissionados sem curso superior.

"O projeto será colocado em pauta na próxima quinta-feira, que é o projeto da Mesa para regularizar, a gente vai colocar em discussão com os vereadores, então cabe adiamento, cabe emenda, cabe rejeitar, estamos conversando entre os vereadores para ver o que vai ser feito", disse Martins ao TODODIA.

Os sete servidores que devem ser exonerados possuem salários que variam de R$ 3,2 mil a R$ 4,6 mil mensais.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/