Domingo, 28 Novembro 2021

Crise piora e Cantareira volta a receber reforço

CidadesSeca

Crise piora e Cantareira volta a receber reforço

 Transposição entre represas é acionada quando reserva é menor que 30%

Crise hídrica | Represas do Cantareira vão receber reforço após nível cair para 28% (Divulgação)

 A ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico) assinou no último dia 13 comunicado conjunto que estipula a manutenção da transposição do reservatório da Usina Hidrelétrica (UHE) Jaguari, na Bacia do Paraíba do Sul, para o reservatório Atibainha, do Sistema Cantareira, em Nazaré Paulista, ambos em território paulista. A iniciativa tem o objetivo de reforçar o volume útil do Cantareira, em caráter excepcional quando ele estiver inferior a 30% (atualmente, ele está com 28,3%). O abastecimento nas cidades da região depende do Sistema Cantareira.

A transposição entre as represas, que agora vai até o final do ano, havia sido interrompida no início de setembro, pois a cota máxima total outorgada anual de retirada do reservatório Jaguari para o Atibainha, que é de 162 milhões de metros cúbicos de ágia, havia sido atingida.
Desde então, as quedas do volume de água armazenada no Cantareira se acentuaram com a intensificação da crise hídrica e diminuição dos volumes de chuvas nas Bacias PCJ (dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, que abastecem a região)e no estado de São Paulo como um todo.

O Consórcio PCJ alertou sobre a possibilidade de haver a necessidade de solicitação de aumento dos volumes de transposição para o Cantareira, em reunião do Conselho Fiscal da entidade, realizada na segunda quinzena de setembro.
Na ocasião, o comportamento climático e a ausência dessa reserva estratégica para o Cantareira já preocupava a equipe técnica do Consórcio PCJ e os conselheiros do Conselho Fiscal.

O comunicado conjunto da ANA autorizou 40 milhões de metros cúbicos adicionais a serem retirados da UHE Jaguari, no Paraíba do Sul, para o Reservatório Atibainha, sempre em momentos nos quais o Sistema Cantareira estiver com seu volume de reservação abaixo de 30%.
O objetivo é evitar que o Sistema apresente variações de quedas da quantidade de água armazenada muito acentuadas que possam comprometer o abastecimento das regiões da Grande São Paulo e das Bacias PCJ, dependentes do Cantareira.
As informações são do Consórcio PCJ.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 28 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/