Terça, 28 Junho 2022

Aos 31 anos, Hortolândia vira “cidade do futuro”

HortolândiaAOS 31 ANOS

Aos 31 anos, Hortolândia vira “cidade do futuro”

Município está entre os que mais crescem: figura entre os dez com maior número de loteamentos protocolados 

Exclusivo | Prefeito Zezé Gomes concedeu entrevista para a TV TODODIA ontem (Foto: Arquivo/ TodoDia Imagem)

"Cidade do futuro", Hortolândia comemora hoje (19) seu 31º aniversário de emancipação política colecionando conquistas que colocam a cidade em veloz rota de desenvolvimento: está entre as dez cidades do Estado com maior número de loteamentos protocolados, elevado crescimento populacional, alta taxa de abertura de empresas, possui a maior média salarial da região, promove a reforma do Hospital Municipal Mário Covas, projeta aprimorar os serviços com mais seis concursos públicos e o novo Paço Municipal, contratará mais guardas municipais a curto prazo, trabalha por uma central de videomonitoramento com a promessa de ser uma das maiores do país e atua regularizando moradias - já foram mais de 500 regularizações recentes.

O prefeito José Nazareno Zezé Gomes (PL) concedeu uma entrevista ao TODODIA ontem, detalhando o desenvolvimento do município, que é destaque na região e no Estado. Zezé se refere à Hortolândia como "a menina dos olhos" e afirma que a cidade vai crescer ainda mais nos próximos anos. Confira a entrevista na íntegra:

TODODIA: Por que Hortolândia tem sido uma das cidades que mais crescem na região? Com apenas 31 anos, Hortolândia já tem praticamente a mesma população de Americana, com cerca de 236 mil habitantes.

Zezé Gomes: Hortolândia é uma cidade planejada. Desde o início da sua emancipação, todos os prefeitos que passaram foram colocando tijolinho na construção desta cidade. Quando o saudoso prefeito Perugini e eu assumimos o serviço público em 2005, viemos planejando e fazendo mandatos importantes. Por isso, hoje, a cidade ganhou esse status de cidade inteligente e sustentável e trazendo grandes empresas.

A chegada de empresas tem sido uma notícia constante em Hortolândia. Quais estratégias de incentivo têm sido adotadas? Só em 2022, quantas empresas chegaram?

Nós investimos muito na questão de infraestrutura. É a segunda cidade no país em saneamento básico. Estamos com um eixo Anhanguera-Bandeirantes muito bom. Nós temos o Programa PROEMPH (Programa Municipal de Incentivo Empresarial de Hortolândia). Nós temos cidade que não falta água, nem saneamento, e fazemos um compromisso com todas as empresas que vêm para a cidade, onde temos um grupo que leva documentação e vai até a empresa e facilita tudo. Não tem burocracia com empresa se instalar em Hortolândia, com isso ficou esse atrativo próximo do aeroporto e um investimento muito alto em iluminação pública com luz de LED em toda a cidade. Este ano nós já fizemos pequenas empresas, mais de 500 só nesse primeiro semestre, provavelmente passará de 600. Nós estamos fazendo uma tratativa diferenciada das demais cidades com as empresas. Com isso, as empresas estão tendo prazer, o Banco do Povo faz investimento nos pequenos e vai estruturando, criando a musculatura que havia perdido durante a pandemia. Eu tenho visitado dos pequenos aos grandes empresários e dou a garantia que Hortolândia vai crescer mais do que as outras cidades do Estado, talvez até do Brasil ao trazer esse diferencial para as empresas.

Hortolândia, segundo a Fundação Seade, possui a maior média salarial na região. O salário médio do trabalhador em Hortolândia é de R$ 4,7 mil. Quais as explicações para esse dado importante e como manter e fazer com que esse indicador siga avançando?

Uma cidade que planeja e faz o que Hortolândia vem fazendo, ela traz esse diferencial. Nós estamos muito além da média salarial no Estado. Quando eu faço um comparativo da nossa cidade com as demais da RMC (Região Metropolitana de Campinas), vejo o avanço e olho sempre para os meus secretários e meu grupo de gestores que fazem a diferença. Nós valorizamos o pequeno (empresário), tanto que todas as dificuldades que as outras cidades têm com os pequenos (empresários), nós criamos um diferencial com os médios e os pequenos porque os grandes se sobressaem de outra forma por virem com grande investimento, e os pequenos não. Nós temos o SEBRAE, que é um braço forte dentro da cidade e a gente tem uma equipe de gestão que ajuda eles. O custo de vida de Hortolândia é até menor do que as outras cidades, com isso o atrativo de vir morar e empregar a nossa cidade e ter a faixa muito boa de salário.

Noticiamos recentemente a iniciativa do Executivo Municipal na realização de seis concursos públicos para serem realizados ainda neste ano, atendendo todas as áreas da administração. De que maneira essas vagas ajudarão a melhor servir a cidade?

No concurso público não podemos dizer que vamos contratar pessoas da cidade até porque ele é aberto. Mas queremos qualificar cada vez mais o nosso serviço público e atender melhor a municipalidade. São várias áreas que pretendemos contratar, inclusive médicos, enfermeiros e professores. Nós queremos aumentar a nossa capacidade de atendimento porque Hortolândia hoje ganha muito no quesito de viver bem. Por quê? Nós temos serviço público de qualidade.

Paralelamente, a cidade construirá um novo Paço Municipal, como tudo isso trará melhorias ao cidadão?

É um prazer falar do Paço Municipal. O nosso Paço Municipal não é só um prédio. O nosso Paço Municipal é diferente, moderno, inteligente e sustentável. Vai ser construído ao decorrer da obra uma usina fotovoltaica que vai gerar energia para distribuir para o Paço Municipal e outros prédios, como escola, unidade de saúde. A ideia é repassar para todos os lugares. Também vamos colocar na cidade pontos de energia para carregar carros elétricos. A ideia é ter quatro ou cinco carros elétricos com sistema de cartão, em que a pessoa pode locar e devolver o carro. Poderá ser na Prefeitura, em hospital e outros locais. Com isso vamos economizar ajudando o meio ambiente.

Hortolândia figura entre as dez cidades de todo Estado com maior número de loteamentos protocolados e aprovados em 2021, segundo o Anuário do Mercado Imobiliário do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Hortolândia está na sétima posição com 3.309 lotes protocolados.

Tem muita gente querendo vir morar em Hortolândia. E uma coisa que temos que avaliar bem é que 92% das pessoas têm prazer em morar em Hortolândia. Há anos atrás as pessoas falavam que moravam em Campinas e não diziam que moravam em Hortolândia. Hoje as pessoas fazem questão de falar: "Eu moro em Hortolândia".

E a área de Segurança Pública que também é lembrada como uma preocupação do brasileiro?

Vamos contratar de 30 a 50 guardas municipais. Trocamos todas as viaturas: 14 da Guarda Municipal e uma da Defesa Civil. Toda a cidade será cercada por câmera de monitoramento que já estão sendo instaladas. Vamos ter uma central de monitoramento que será a segunda maior do país. Estamos colocando câmeras nas avenidas e semáforos para identificar os praticantes de roubo e furto na cidade.

Vemos obras acontecendo, como no Hospital Municipal Dr. Mário Covas. Como estão as obras e a reforma?

Está bem adiantada. Nós gostaríamos que já tivesse sido entregue. Está na fase final, na parte de climatização, já foi colocado o tomógrafo dentro da sala. Compramos tudo o que precisava para a instalação e estamos aguardando a CPFL para instalar. Em breve teremos um hospital totalmente reformado e remodelado, com o tomógrafo funcionando.

Como estão os investimentos de Hortolândia em programas de habitação popular?

Eu escolhi a regularização das moradias como carro-chefe da minha gestão porque as pessoas moram em casas há 30 anos e não conseguem melhorar a sua casinha porque não têm a certeza de que aquilo é dele, por não ter escritura e nenhum documento. Então, eu montei uma equipe muito boa na Secretaria de Habitação e estamos regularizando as moradias na cidade. Já entreguei mais de 500 títulos de posse e nos próximos dias vou entregar mais. Nós temos hoje um índice pequeno de pessoas em áreas de risco, porque estamos fazendo parques lineares, retirando as pessoas das áreas de risco e, com certeza, dando dignidade para as pessoas, que é a moradia.

Durante essa celebração do 31º aniversário de emancipação política do município, a Prefeitura entrega à população uma obra muito esperada, a ampliação do Parque Lago da Fé.

Hortolândia é a menina dos olhos dos hortolandenses. É uma alegria tão grande comemorar esses 31 anos e vou dizer que não é fácil conter o meu grupo gestor. Eles estão todos emocionados com o aniversário da cidade. Nós faremos a entrega do Parque Linear, que é uma extensão do Parque Lago da Fé, com festividades desde as 8h até à tarde. O Parque vai ser chamado de "Angelo Augusto Perugini", uma homenagem ao prefeito que faleceu vítima de Covid no ano passado. Vamos colocar um busto até o mês de agosto com o nome do nosso saudoso prefeito. Hortolândia tem obras planejadas até 2025, por isso, não paramos de crescer. Nós estamos reformando praças, colocando brinquedos. Até os nossos idosos que ficaram em casa se recuperando da Covid, estamos voltando com os bailes para dar a eles mais qualidade de vida e mais prazer em morar nessa querida cidade de Hortolândia. 

Progresso | Hortolândia avança em diversas áreas e tem se tornado destaque na atração de empresas, geração de empregos e tem a maior média salarial da região (Foto: Prefeitura de Hortolândia/ Divulgação)

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/