Terça, 26 Outubro 2021

Hortolândia firma parceria para implantar 'SOS Racismo'

HortolândiaDiscriminação racial

Hortolândia firma parceria para implantar 'SOS Racismo'

O programa tem por objetivo garantir maior eficácia no atendimento e encaminhamento para a eliminação de ações discriminatórias por motivo de cor, religião ou etnia. 

Equipe do "SOS Racismo" de Hortolândia esteve presente no encontro realizado na Assembleia Legislativa (Foto: Prefeitura de Hortolândia/ Divulgação)
A Prefeitura de Hortolândia - por meio do Setor de Políticas Públicas para Igualdade Racial e o Conselho da Promoção da Igualdade Racial - firmou parceria com a Assembleia Legislativa de São Paulo para implementação do programa "SOS Racismo".

De acordo com o diretor do Departamento de Direitos Humanos, órgão vinculado à Secretaria de Governo, Fabiano Cavalcante, em breve o município receberá treinamento para capacitação para facilitar a comunicação e efetivar convênios com instituições de apoio para o enfretamento ao racismo.

"Hoje a Assembleia recebe diversos tipos de denúncias. Com isso, Hortolândia busca parceria para a agilização dos convênios e criação de um protocolo único de atendimento", destacou Cavalcante.

A equipe do "SOS Racismo" de Hortolândia esteve presente no encontro realizado na Assembleia Legislativa.

O programa "SOS Racismo" tem por objetivo garantir maior eficácia no atendimento e encaminhamento para a eliminação de ações discriminatórias por motivo de cor, religião ou etnia.

O programa contará com apoio técnico e administrativo do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, em parceria com o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Hortolândia, e será estruturado na Casa Quilombola, localizada na rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro.

"Queremos que a pessoa que sofre a violência, principalmente, se sinta acolhida. Que ela entenda que não está sozinha e possa falar abertamente sobre o que está acontecendo, sem nenhum tipo de julgamento. Estaremos disponíveis para acompanhar e orientar para a resolução do problema", explica o diretor. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/