Sábado, 16 Outubro 2021

Laudo de IML indica que vítima de afogamento teve congestão alimentar

Laudo de IML indica que vítima de afogamento teve congestão alimentar

Segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML), William Ricardo dos Santos Rocha, de 23 anos, morreu afogado na represa do Horto Florestar de Sumaré, a
Segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML), William Ricardo dos Santos Rocha, de 23 anos, morreu afogado na represa do Horto Florestar de Sumaré, após ter uma congestão alimentar, no dia de Finados (2). Ele, que era catador de latinhas, foi enterrado na manhã de hoje (5), no cemitério municipal de Sumaré

A tia de Rocha, Jenifer Gatte, disse que ele participava de um churrasco com o cunhado e outros dois amigos no local, quando resolveu nadar na represa. Ela quem deu a informação sobre o laudo da causa da morte feito pelo IML.

As buscas por Rocha duraram dois dias. O corpo do jovem foi encontrado ontem de manhã boiando pela equipe de resgate, formada pela Guarda Municipal e bombeiros de Sumaré, Americana e Paulínia.

De acordo com o comandante Bertollo, do Corpo de Bombeiros de Sumaré, a represa tem, aproximadamente, nove metros de profundidade e é muito perigosa. Ele alertou e para os riscos do local, já que ali é proibido nadar e pescar.

 
 
 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/