Domingo, 24 Outubro 2021

Mortes por acidentes de trânsito caem 72% em dois anos

Mortes por acidentes de trânsito caem 72% em dois anos

Sumaré registrou queda de 72% no número de mortes por acidente de trânsito entre 2016 e 2018. Segundo números da SSP (Secretaria de Segurança Pública)
Sumaré registrou queda de 72% no número de mortes por acidente de trânsito entre 2016 e 2018. Segundo números da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado divulgados ontem pela prefeitura, em 2016 foram registradas 22 ocorrências de mortes no trânsito. O número caiu para 17 em 2017 e no ano passado baixou para seis.

Além de menos óbitos no trânsito, a quantidade de acidentes sem mortes também teve diminuição de 25%. Foram 676 registros de lesão corporal em 2016, 550 em 2017 e 507 no ano passado.

"Essa queda expressiva na quantidade de acidentes de trânsito com vítimas é resultado de diversas ações que temos adotado no município, em parceria também com as concessionárias, nas rodovias", argumenta o prefeito Luiz Dalben (PPS).

"Desde 2017, temos investido na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural, com a entrega de novas viaturas para o Departamento de Trânsito, capacitações e ampliação da quantidade de agentes de fiscalização - são mais 40 guardas municipais atuando -, reforçamos as operações e investimos também na sinalização e melhorias das vias municipais. Além disso, também trabalhamos com a conscientização de motoristas e pedestres, com as campanhas 'Maio Amarelo', 'Semana Nacional do Trânsito' e nas escolas municipais. Sumaré é uma das poucas cidades que têm um projeto permanente de educação para o trânsito voltado para as crianças - a 'Cidade Mirim do Trânsito', onde as crianças aprendem, na prática, as regras para um trânsito seguro, utilizando bicicletas ou triciclos. Toda vida é importante para nós e não vamos poupar esforços para reduzir ainda mais a quantidade de vítimas no trânsito", detalhou o prefeito.

No início de janeiro, Sumaré passou a contar com novo sistema de fiscalização eletrônica no trânsito, que também tende a auxiliar na queda dos números.

São sete radares fixos, seis equipamentos de controle de avanço semafórico e um radar estático, que foram instalados em vias onde foi constatado maior risco de acidentes e desrespeito à velocidade máxima permitida.

 
 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 24 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/