Quarta, 04 Agosto 2021

No dia mais frio do ano, região tem geada e termômetro no zero

CidadesClima

No dia mais frio do ano, região tem geada e termômetro no zero

Americana registra 4,8° C na manhã, enquanto que em Nova Odessa, na estação do Instituto de  Zootecnia marca apenas 0,2° C 

Friaca | Em Nova Odessa (esq.), Ciiagro apontou 0,2 °C; acima, termômetro da Zanini (Foto: Julio Barbaroto/ Divulgação)

As cidades da região registraram na madrugada e manhã desta terça-feira o dia mais frio do ano, com termômetros literalmente no zero.

Em Americana, a baixa na temperatura voltou a ser recorde, com 4,8°C no início da manhã, segundo marcação oficial da estação do Ciiagro (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas).

Na manhã do último dia 30 de junho, a estação já havia marcado 5,5°C, o que até então havia sido a menor temperatura desde 13 de junho de 2016, quando a mínima marcada foi de 5,2°C.

Em Nova Odessa, na estação do Ciiagro no Instituto de Zootecnia, os registros oficiais indicaram 0,2 °C na madrugada desta terça-feira.

Em Santa Bárbara d'Oeste, que também havia registrado recorde de frio dos últimos cinco anos no último dia 30 de junho (quando os termômetros marcaram 4,9°C), nesta terça a medição do Ciiagro indicou apenas 3,7°C (novo recorde).

GEADA
Leitores do TODODIA chegaram a flagrar geada em algumas áreas de Americana e Nova Odessa, indicando temperaturas muito baixas ao amanhecer.

O leitor Julio Barbaroto, por exemplo, fotografou áreas de vegetação cobertas por uma fina camada de gelo nas imediações da Avenida São Jerônimo, próximo ao Rio Piracicaba, em Americana, e também em Nova Odessa.

No famoso termômetro da loja Zanini, no Centro de Americana, Barbaroto registrou em foto a temperatura de 3°C às 7h15 desta terça.

"A previsão indicava 4ºC - de fato, a mínima na cidade na maioria das áreas foi de 3°C a 4ºC. Nas baixadas, no entanto, a temperatura desceu abaixo de zero e proporcionou esse fenômeno magnífico", relatou ele, se referindo à geada.

Segundo o meteorologista Bruno Kabke Bainy, do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp, os dias nessa época do ano são mais curtos e, portanto, a intensidade da radiação solar é menor, deixando as temperaturas mais baixas.

PREVISÃO
O Cepagri da Unicamp informou em seu boletim meteorológico do último dia 16 que o frio intenso deve permanecer ao menos até esta quarta-feira (21), com mínimas podendo atingir novamente entre 4°C e 5°C, além de possíveis geadas nas regiões mais altas.

A previsão para o restante da semana é de tempo estável e frio devido ao predomínio da massa de ar frio e seco de origem polar. As tardes devem registrar baixos índices de umidade do ar, próximos ou abaixo dos 30%.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/